comitium

Fazer exercício de manhã poderá reduzir o risco de doença cardiovascular

Treinar ou pura e simplesmente fazer exercício de manhã, entre as 8h e as 11h, poderá reduzir o risco de doença cardiovascular, segundo um estudo publicado no "European Journal of Preventive Cardiology".

YOLANDA VÁZQUEZ MAZARIEGO

Fazer exercício de manhã poderá reduzir o risco de doença cardiovascular
Fazer exercício de manhã poderá reduzir o risco de doença cardiovascular

Estão a ser feitos estudos que determinam o impacto do horário da atividade física diária, especialmente com o intuito de determinar se existe uma relação entre o horário do exercício e a saúde. 

Um desses estudos realizados no Reino Unido, encontrou uma relação entre o horário em que o exercício é realizado e a prevenção/redução do risco cardiovascular (ECV), ao examinar as associações entre a cronoatividade e os resultados de ECV no Biobanco do Reino Unido. 

Nesse estudo, foram compilados dados da atividade física no Reino Unido, após os participantes utilizarem um acelerómetro triaxial durante 7 dias. Foram criados vários grupos de participantes com uma cronoatividade similar, independentemente da intensidade diária através da atividade física. As estimativas de risco cardiovascular foram baseadas de acordo com a idade e o sexo. Foram feitas análises estratificadas adicionais por sexo, nível médio de atividade e cronotipo de sono. 

Este estudo analisou a atividade e o risco de ECV de 86.657 indivíduos, com uma idade média de 61,1 anos, com um IMC médio de 26,6 kg/m e 58% eram mulheres. 

Estes indivíduos foram acompanhados durante 6 anos e foram registados 3.707 casos de ECV, tendo 2.911 desenvolvido doença nas artérias coronárias (CAD) e 796 sofreram derrame cerebral.

grafico 7 1200x690
 

Em regra, os participantes que eram mais ativos de manhã, independentemente do seu nível de atividade física diária, tinham um menor risco de doença arterial coronária e acidente cerebral vascular em comparação com participantes com um padrão de atividade física realizada durante a tarde ou fim da tarde. 

Conclusão: os participantes com maior atividade física diária pela manhã tinham menor risco (16%) de doença arterial coronária e 17% menos risco de acidente cerebral vascular em comparação com os participantes que representam um padrão de atividade física fora desta faixa temporal. 

Arquivado em:

Estudos recomendam novas medidas para desportistas com problemas cardíacos

Relacionado

Estudos recomendam novas medidas para desportistas com problemas cardíacos

Conselhos para estar em forma com trabalho, família, estudos...

Relacionado

Conselhos para estar em forma com trabalho, família, estudos...

Morte súbita e desporto

Relacionado

Morte súbita e desporto. Devemos ter receio?

BTT comprovadamente é benéfico para a saúde física e mental

Relacionado

BTT comprovadamente é benéfico para a saúde física e mental

Beber café está associado a menor risco de insuficiência cardíaca

Relacionado

Beber café está associado a menor risco de insuficiência cardíaca