comitium

Calções de ciclismo vs roupa interior

Cada vez há mais novos praticantes de ciclismo e BTT e é perfeitamente normal terem dúvidas. Uma das mais frequentes é se devem usar os calções de ciclismo com ou sem roupa interior.

Calções de ciclismo vs roupa interior
Calções de ciclismo vs roupa interior

Semanalmente recebemos dezenas de dúvidas dos nossos seguidores na internet, alguns deles novatos no mundo das duas rodas. É perfeitamente normal não saberem se devem optar por uma bicicleta de rodas 27,5" ou 29", como afinar as mudanças ou qual o selim mais adequado.

No nosso site e nas nossas revistas respondemos a estas e a muitas outras perguntas, mas uma das que mais tem surgido ultimamente - sobretudo por elementos do sexo feminino - é se os calções de ciclismo devem ser usados com ou sem roupa interior.

A resposta é sem roupa interior. Os calções modernos e de boa qualidade - ressalvamos este aspeto - possuem tecidos de topo e mesmo após várias lavagens não ficam transparentes, portanto são fiáveis. Além disso, os bons calções de ciclismo têm costuras dissimuladas, para evitar atrito na pele ou marcas.

Mais importante do que isso é o facto de os calções de ciclismo de boa qualidade terem almofadados hipoalergénicos, antibacterianos e com canais específicos, para que os tecidos moles não fiquem sob pressão. Além disso, os novos almofadados possuem uma camada mais suave para que toda a zona púbica, genital, períneo e ísquios não sinta desconforto.

Usar roupa interior significará uma fonte de atrito entre a pele e o próprio almofadado, logo mais risco de desconforto, comichão, dor e aparecimento de edemas. 

No caso das mulheres, mesmo com o período não aconselhamos a utilização de roupa interior (caso usem um tampão). Pode parecer estranho e "anti-natural", mas depois de experimentarem certamente não vão querer outra coisa. É importante a roupa de ciclismo ser lavada consoante as recomendações de cada marca, devendo a mesma secar bem antes de cada utilização (os que têm a pele mais sensível poderão usar um creme anti-fricção - recomendamos um creme suave em vez de um com base mais sólida -, à venda em qualquer loja da especialidade).

Um dos pontos mais importantes é a escolha de um bom calção e, sobretudo, de um que tenha um bom almofadado. Existem inúmeras marcas à venda no mercado, umas mais caras do que outras e existe muito material contrafeito. Comprar barato por vezes sai caro e algo que aprendemos ao longo de mais de 20 anos a testar calções é que é preferível ter poucos calções, mas bons, do que muitos e maus. Porquê? Porque no fundo vais acabar por usar sempre os mesmos - os melhores que tiveres. 

Se as voltas que fazes raramente ultrapassam 1h30 de duração e sempre em ritmo suave, não precisas de uns calções caros e com um almofadado generoso. Mas se começares a fazer voltas de três dígitos e a intensidades mais elevadas, além de um bom selim, um bom calção faz toda a diferença e aí o investimento fica mais elevado. 

A marca Elastic Interface é a mais reputada em termos de produção de almofadados, mas ressalvamos que existem várias gamas. Poderás encontrar estes almofadados em várias marcas de calções e com preços diferenciados (dos 70 aos 300 euros) e essa diferença traduz-se obviamente em termos de tecnologia e qualidade.

Numa era em que as vendas online cresceram de forma exponencial, é preciso saber escolher e não comprar gato por lebre. Quantas vezes vimos alguém conhecido comprar um equipamento bonito - réplica de uma equipa - mas não aguenta pedalar mais de 1h30 pois fica completamente "assado"? Isso pode dever-se, entre outras causas, à má qualidade do almofadado, pois estas réplicas usam materiais menos nobres para manter o preço baixo. 

Outro ponto importante é a relevância de fazer um estudo "bike fit" num centro especializado. Não só teremos uma ajuda personalizada na configuração da bicicleta às nossas medidas e características, mas ganharemos qualidade de vida, ao pedalarmos de modo mais confortável. Ter a bicicleta ajustada, com o selim ideal é meio caminho andando para horas e horas de prazer enquanto pedalamos. 

A marca Creven apresentou um espigão de selim com inclinação variável

Relacionado

Creven apresenta espigão de selim com inclinação variável

Um almofadado para cada estilo de condução

Relacionado

Um almofadado para cada estilo de condução

Estudo belga e holandês sugere que não é seguro pedalar em linha durante a pandemia

Relacionado

Estudo belga e holandês sugere que não é seguro pedalar em linha durante a pandemia

Testámos os melhores calções de sempre da Shimano

Relacionado

Testámos os melhores calções de sempre da Shimano: os Tenku

Como dobrar um calção de ciclismo

Relacionado

Como dobrar um calção de ciclismo