Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante

Após semanas de paragem, é conveniente rever o nosso sistema tubeless, para não termos uma surpresa logo no primeiro dia em que recomeçamos a pedalar.
Carlos Pinto
Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante
Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante

Há selantes para Tubeless que se mantêm líquidos mais tempo, outros secam mais cedo, por isso convém rever periodicamente. Ao longo destas semanas de paragem, os pneus perderam pressão, mas isso não significa necessariamente que o líquido tenha secado. Mesmo assim, convém verificar antes de saíres de casa.

Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante

A melhor maneira é abrir uma das laterais do pneu e comprovar visualmente. Se não existir líquido a circular livremente no interior, é necessário colocar a quantidade de selante recomendada pelo fabricante. Se não quisermos retirar a lateral do pneu, podemos experimentar estas duas técnicas:

Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante

Agita a roda e escuta. Se não ouvires nada, tens de acrescentar líquido. Para tal, primeiro coloca a roda numa posição em que a válvula esteja no ponto mais baixo. Espera 5 segundos para que o líquido baixe e extrai um pouco de ar. Se não sair acompanhado de algum líquido (que sairá com pequenas borbulhas), quer dizer que o líquido existente no interior é pouco ou então secou, por isso é necessário colocar mais.

Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante

Para voltar a colocar a quantidade ideal de selante no interior do pneu, situa a válvula na posição das 4h ou das 8h de um relógio e desmonta o óbus, usando a palhinha fornecida com a embalagem do selante ou o bocal do próprio selante. Respeita o volume recomendado pelos fabricantes (geralmente na embalagem vem mencionado o volume por pneu e algumas marcas até incluem uma referência visual - uma marca - para facilitar esse processo). Em regra são cerca de 120 ml por roda. Logo que terminares de colocar o líquido volta a colocar novamente o óbus e aperta convenientemente. Depois coloca a pressão de ar recomendada pelo fabricante do pneu e agarrando com as mãos nos eixos, faz a roda rodar para espalhar o líquido no interior do pneu. Falta outra parte: agitar lateralmente o pneu.