comitium

Ciclismo e BTT: como e quando devemos tomar proteínas

Todos já ouvimos dizer que é recomendável incluir proteínas na refeição posterior ao exercício físico, mas nem todas as pessoas sabem que quantidade e, sobretudo, que tipo de proteínas devemos tomar.

Yago Alcalde

Como e quando devemos tomar proteínas
Como e quando devemos tomar proteínas

Antes de irmos diretos ao assunto, primeiro vamos explicar o que são as proteínas e para que servem. Mas vamos explicar de uma forma simples, para que seja de fácil compreensão. Quando treinas, adotas uma determinada intensidade (um treino de 4 horas a um ritmo médio/alto é distinto de um de 2 horas a ritmo tranquilo), além disso, se treinas regularmente e não só esporadicamente sem método, precisas de recuperar. 

Por isso mesmo, as proteínas são essenciais, ajudando nessa recuperação e a dose de proteínas que a nossa dieta inclui (em Portugal adotamos a dieta mediterrânica) em regra é suficiente para conseguir uma boa recuperação após os treinos. Não é por ingerires mais proteínas que vais recuperar mais ou melhor. Aliás, a dieta adotada no nosso país é tão variada e rica em proteínas que não é necessário tomar suplementos. Os estudos demonstraram que com as refeições normais que ingerimos, conseguimos obter as mesmas taxas de recuperação que com suplementos, por isso não faz sentido recorrer a esse tipo de produtos. De facto, ao ingerires suplementos estarás a sobrecarregar o organismo, sobretudo alguns órgãos vitais. 

A proteína presente num copo de leite, num ovo ou numa posta de peixe, por exemplo, não é igual nem melhor do que aquela que encontramos numa barra energética ou embalagem de pó para misturar na água. Só deves tomar alguma suplementação se o teu treino for realmente muito intenso e/ou se tiveres planeado vários dias seguidos de treino/prova, em que submetes o teu corpo a um grande desgaste. Nesses casos, na hora posterior ao treino/prova, podes ingerior hidratos de carbono e algum alimento que inclua proteínas como leite, ovos ou carne. Uns cereais com leite, uma sandes com queijo fresco ou com atum podem ser opções a ter em conta. Em casos isolados e se não conseguires aceder a comida normal, aí sim, podes recorrer aos típicos batidos recuperadores que combinam hidratos de carbono com proteínas. 

Arquivado em:

Emagrecer, competir, treinar… Quantos hidratos e proteínas preciso?

Relacionado

Emagrecer, competir, treinar… Quantos hidratos e proteínas preciso?

8 perguntas sobre hidratos de carbono

Relacionado

8 perguntas sobre hidratos de carbono

Os 10 alimentos que maximizam a tua imunidade

Relacionado

Os 10 alimentos que maximizam a tua imunidade

Alimentos naturais que se podem comer durante a prática de ciclismo ou BTT

Relacionado

Alimentos naturais que se podem comer durante a prática de ciclismo ou BTT

Beber café está associado a menor risco de insuficiência cardíaca

Relacionado

Beber café está associado a menor risco de insuficiência cardíaca