comitium

TESTE: Corratec E-Power RS 160 Pro

Uma bicicleta de Enduro para tudo. Esta é a definição ideal para este modelo, uma bicicleta de suspensão total com 160 mm de curso, quadro em alumínio e equipada com tudo o que se exige para um comportamento digno em todo o tipo de terrenos e situações.

IVÁN MATEOS / FOTOS: CESAR CABRERA

TESTE Corratec E Power RS 160 Pro
TESTE Corratec E Power RS 160 Pro

Segundo um estudo recente realizado por uma revista alemã especializada em e-bikes, a Corratec é uma das marcas mais populares na Alemanha. A marca, fundada em 1990, sempre se caracterizou por elevadas doses de inovação tecnológica e pela presença nas provas. Quem não se lembra de Jan Ostergaard quando ganhou a Taça do Mundo com aquele estranho guiador Bullbar na sua Corratec com tubo superior curvado em direção ao eixo traseiro, ou da primeira Corratec de estrada com travões de disco em 1996 ou do sistema de amortecimento traseiro de rosca e com geometria variável X-Force de 2007, ou do recente quadro iLink, com um dos sistemas de pivô virtual mais leves do mundo?

dsc03319 editar
 

E-POWER

A gama de e-bikes de suspensão total da Corratec chama-se E-Power e está estruturada em quatro sub-gamas em função do curso: 100, 120, 160 e 180 mm. A RS 160 Pro que testámos é uma bicicleta de Trail potente com 160 mm de curso e rodas mullet (29” e 27,5”), que permite diversão mesmo nos trilhos mais técnicos em descida.

accion corratec e power rs 160 pro 8

Geometria tradicional. Faz com que seja fácil de conduzir, sem requerer tempo de habituação. 

Está desenhada com uma posição de condução neutra, confortável, que possibilita pedalar durante horas nos trilhos e está dotada de componentes de elevada qualidade, que garantem segurança quando os trilhos se tornam perigosos. A RS 160 Pro é o modelo central (junto com a Team que tem uma montagem similar) nesta gama que inclui outros três modelos, a RS 160 Elite, que é o modelo básico equipado com suspensões RS Suntour Aion Evo 35 RC-PCS e Edge Lord com SRAM SX, a mencionada Team e a topo de gama Factory, que inclui a badalada bateria de 750Wh do sistema Bosch Smart System, suspensões RockShox ZEB Select RC e Super Deluxe Ultimate com transmissão SRAM GX Eagle. As três primeiras versões partilham o quadro e o pack elétrico Bosch, com bateria de 625 Wh. Atualmente estão a ser distribuídos no mercado as duas montagens de entrada, a RS Elite (5.199 euros) e a Pro (5.899 euros).

dsc03345

Bosch Purion. O display mais modesto da Bosch também tem as suas vantagens, como a simplicidade de utilização e uma leitura clara e direta da informação mostrada.

METAL DE QUALIDADE

O quadro RS 160 é de alumínio cónico e a sua principal marca distintiva é o grande tubo diagonal Shadow Edge Tube 2.0, que num grande trabalho de engenharia integra a bateria e a cablagem. A bateria Bosch Powertube 625 tem a tampa que a sela no quadro encaixada no chassis. No fundo é uma lâmina feita de poliamida com reforço de fibra de vidro. É extraível através da clássica chave de segurança (fechadura Trelock) localizada na parte inferior do tubo. A porta de carregamento está localizada junto ao amortecedor e está tapada por uma capa de borracha que nem sempre fica bem fechada. O protetor plástico que tapa o motor também foi produzido pela Corratec. O sistema de amortecimento traseiro é do tipo Horst Link, com articulações à frente do eixo da roda traseira, e com um eixo principal elevado, duas características que são sinónimo de suavidade. A isto há que acrescentar um amortecedor com fixação superior Trunnion, com rolamentos dos dois lados, que melhoram ainda mais a velocidade de resposta.

dsc03338

Horst link. Os pontos de articulação à frente das escoras melhoram a sensibilidade e minimizam as possíveis interações com a pedalada e a travagem. Juntamente com os sistemas de pivô virtual, os Horst Link são os melhores em suspensões de longo curso.

A configuração das rodas da RS 160 é mullet, com roda dianteira de 29” e traseira de 27,5”, equipadas com pneus Michelin aderentes. 

dsc03361

Peças personalizadas. A Corratec desenhou algumas peças especificamente para esta RS 160, como a tampa da bateria e os protetores do motor e da escora direita.

O sistema de amortecimento traseiro é do tipo Horst Link, com articulações à frente do eixo da roda traseira, e com um eixo principal elevado, duas características que são sinónimo de suavidade.

QUE PUREZA!

Onde estão os cabos? À primeira vista passa despercebido, mas o facto de levar toda a cablagem oculta chama discretamente a atenção e dá uma estética muito limpa e avançada à bicicleta. O tubo de direção é sobredimensionado (1.5”) e a direção Acros permite a passagem pelo interior de toda a cablagem atravessando posteriormente o tubo diagonal.

dsc03368

Acros. Em linha com o design atual, o tubo de direção foi alargado e inclui uma direção Acros para cablagem interna.

FIÁVEL

A RS 160 é uma e-bike potente e simples, com tudo o que é necessário para desfrutar da montanha sem complexos, sempre em segurança mesmo nas zonas mais complicadas. O seu robusto quadro de alumínio dá-lhe um tato direto e contundente, sobretudo em terreno moderado e sem reações violentas se não o levares ao limite. Tem suspensões absorventes e com muita capacidade (160 mm) nos momentos-chave. Ambas são bloqueáveis, o que é uma mais-valia nas subidas. Em termos de medidas, é bastante generosa, o que contribui para a segurança, tal como os excelentes pneus Michelin Wild Enduro, tendo o dianteiro um composto mais suave Mag X e um traseiro mais rolador (Wild AM) com uma borracha mais dura, que se agarram ao terreno como lapas. Os travões Magura Thirty são fiáveis, sendo o dianteiro de duplo piston e o traseiro simples. Há quem desdenhe as manetes de carbono, mas após as testarmos não temos dúvidas em validar o seu excelente comportamento.

dsc03336

Pivô alto. Esta localização do pivô principal do amortecedor possibilita uma resposta rápida e mais direta, enquanto “obriga” a roda traseira a descrever uma trajetória ligeiramente para trás, na direção dos impactos. Em contrapartida a pedalar é pior, mas com o bloqueio podemos controlar este aspeto.

A posição de condução da RS 160 é confortável, ligeiramente recuada, com um guiador muito largo e um avanço de 50 mm que convida a enfrentar com segurança descidas empinadas e saltos, sempre com confiança. Desde que não andemos em alta velocidade em terreno muito degradado ou irregular, as suas suspensões responderão sempre com aprumo, sobretudo a Yari, que traz de origem o sistema hidráulico mais modesto da RockShox, o Motion Control.

dsc03354

Integração completa. O cabo do desviador, a bicha do travão e o sensor de velocidade estão alojados na parte interna das escoras. Depois passam pelo compartimento do motor. Na escora direita encontramos uma fixação para colocarmos, se quisermos, um descanso, uma opção muito valorizada na Alemanha.

Quanto ao pack do motor, pouco mais se poderá acrescentar da Bosch que ainda não tenha sido dito. Tem uma entrega potente e constante, suave nos modos médio e baixo e contundente no Turbo. O display Purion é muito simples, mas ao mesmo tempo é fiável, sem complicações. Oferece os modos de assistência Eco, Tour, E-MTB e Turbo. A autonomia, como sempre, é variável, e está ao mesmo nível de outras bicicletas deste nível que já testámos, rondando mais ou menos os 50 km, o que chega e sobra para voltar a casa com um sorriso de orelha a orelha.

accion corratec e power rs 160 pro 3

O seu robusto quadro de alumínio proporciona um tato direto e contundente em terreno mais moderado. 

A posição de condução é confortável, ligeiramente recuada e convida a enfrentar com segurança descidas empinadas e saltos

A “besta” - E-Power iLink 180

Ficaste com curiosidade em saber mais depois de conhecer esta E-Power RS 160? A Corratec tem mais opções, como a soberba e-Power ILink 180. Como o seu nome indica, tem 180 mm de curso e o exclusivo sistema de amortecimento ILink. O Inside Link é um sistema de amortecimento próprio da Corratec, do tipo dual link – também conhecido como pivô virtual -. Está desenhado com um elevado grau de anti-squat, para controlar as oscilações dos 180 mm disponíveis na roda traseira quando pedalamos. No modelo de XC da marca, a Revolution, o anti-squat chega a 200%, um valor que é o dobro do chamado ponto de equilíbrio. Desta forma, nas zonas em que temos de pedalar, o amortecedor não se move, conservando a energia (tanto das pernas como da bateria).

bk27410

Corratec E-Power iLink 180 Race 6.999€

A e-Power ILink 180 está montada com uma suspensão RockShox Yari RC, amortecedor RS Super Deluxe, grupo SRAM GX Eagle e motor Bosch Performance CX com bateria de 625 Wh. Custa 6.999€.

  • O melhor: Suavidade traseira. Configuração Mullet. Cablagem interna.
  • A melhorar: Tampa da porta de carregamento. Display básico.

FICHA TÉCNICA:

Quadro: Alumínio. 160mm. Amortecedor: Rockshox Deluxe Select. Suspensão: RS Yari RC. 160mm. Motor: Bosch Performance Line CX. Bateria: Bosch PowerTube 625Wh. Display: Bosch Purion. Cranques: ZZYZX E-Power. Prato: 34d. Desviador: Shimano Deore XT. Manípulo: Shimano Deore SLX. Cassete: Shimano Deore SLX. 12v. 10-51d. Corrente: KMC X12. Travões: Magura MT Thirty. 200mm. Direção: Acros integrada. Avanço: ZZYZX SL. Guiador: ZZYZX SL. Selim: Selle Italia Model X. Espigão de selim: Kindshock 900i. 145 mm. Rodas: ZZYZX Cross Attack 29/650b. Pneus: Michelin Wild Enduro 29x2,40” / 27,5x2,80”. Peso: 24,61 Kg (tamanho M, sem pedais). Tamanhos: 39 / 42/ 47 / 52. Preço: 5.899€. +INFO: Vic Sports. www.vicsports.com e www.corratec.com.

 

Poderás saber mais informações em www.vicsports.com e www.corratec.com.

Arquivado em:

TESTE Corratec Revolution iLink Proteam (COM VÍDEO)

Relacionado

TESTE Corratec Revolution iLink Proteam (COM VÍDEO)

TESTE Rodas Mavic Ksyrium 30 Disc

Relacionado

TESTE Rodas Mavic Ksyrium 30 Disc

TESTE BH Lynx Trail Carbon

Relacionado

TESTE BH Lynx Trail Carbon

TESTE Specialized Stumpjumper Pro

Relacionado

TESTE Specialized Stumpjumper Pro

Teste: nova Scott Spark 2022

Relacionado

Teste: nova Scott Spark 2022

TESTE Trek Top Fuel 9.9 XX1 AXS

Relacionado

TESTE Trek Top Fuel 9.9 XX1 AXS

Nossos destaques