comitium

Os 7 truques de Hermida para melhorar nas subidas

O espanhol Jose A. Hermida mostra-nos como enfrentar as subidas com mais eficácia.

Juanma Montero

Os 7 truques de Hermida para melhorar nas subidas
Os 7 truques de Hermida para melhorar nas subidas

1. Começa como um velho para acabar como um jovem. Não abuses a nível muscular, sobretudo no início da subida deves começar com uma desmultiplicação suave, que te permita mover as pernas com agilidade, mas sem uma cadência excessiva. À medida que fores avançando na subida, e se notares que o esforço que realizas não te deixa "afogado", podes colocar uma mudança mais pesada, mas conserva sempre energia para o final, pois podes encontrar zonas com inclinações ainda mais duras ou pode haver mudanças de ritmo por parte dos teus companheiros.

2. Relaxa. As tuas pernas estão a trabalhar, mas os braços e a parte superior do teu corpo devem estar relaxados, sem gastar calorias extra, salvo em momentos pontuais (por exemplo, se pedalares em pé). Não te encolhas, eleva o peito para respirar bem.

3. Aproveita para pedalar em pé. Quando tiveres de pedalar em pé, lembra-te de que deves oscilar (sem exagerar, claro) o corpo, à medida que pedalas. Desta forma não só exerces mais pressão no pedal respetivo (ajudando ao movimento de "alavanca"), como torna o processo mais eficaz e menos doloroso.

Os 7 truques de Hermida para melhorar nas subidas

 

4. Senta-te a maior parte do tempo. Como já deves saber, em subidas de média ou longa distância deves estar mais tempo sentado do que em pé. Só te deves levantar em situações pontuais (para acelerar, para passar um desnível, para ultrapassar alguém, etc).

5. Divide e vencerás. Mentalmente uma subida pode ser demolidora se olharmos para ela como um todo. No entanto, se a dividirmos por partes, será muito mais fácil. Define objetivos exequíveis (como ultrapassar a curva seguinte, por exemplo) e verás que é muito mais fácil.

6. Atenção à posição! Muitos ciclistas amadores pedalam com as pernas abertas, mas essa é precisamente a forma errada. Para aproveitares ao máximo a força dos teus quadríceps, os joelhos deve estar perto do quadro e o movimento das pernas deve ser o mais paralelo possível ao eixo vertical da bicicleta.

7. Uma questão de gravidade. O peso é muito importante nas subidas, mas não cometas o erro de pagar 100 euros para baixar o peso da tua bicicleta 200 gramas com um componente especial, quando na verdade quem está com excesso de peso és tu. Não há milagres e se de facto pretendes evoluir nas subidas, para além de treinar, deves mudar a tua alimentação e hábitos de vida. Uma alimentação saudável, combinada com atividade física e descanso são os ingredientes ideais para uma performance melhor.

Arquivado em:

Técnica BTT: abordar uma curva com apoio

Relacionado

Técnica BTT: abordar uma curva com apoio

como saltar em segurança

Relacionado

Queres aprender a saltar? Segue estes conselhos

Aprende a saltar seguindo estes cinco passos

Relacionado

Aprende a saltar seguindo estes cinco passos

Tens medo nas descidas? Aprende a descer em segurança

Relacionado

Tens medo nas descidas? Aprende a descer em segurança

Os melhores videos