comitium

Técnica BTT: abordar uma curva com apoio

São curvas muito divertidas de fazer quando se "apanha" o jeito. A velocidade certa e o movimento do corpo têm grande importância. Deixamos-te aqui umas dicas.

Revista BIKE

Técnica BTT: abordar uma curva com apoio
Técnica BTT: abordar uma curva com apoio

Estas curvas mais estreitas e apertadas, muitas vezes com algum tipo de apoio, devem ser abordadas com menos velocidade até se dominar bem a técnica. Quando curvamos no apoio, a bike inclina-se com mais facilidade, no entanto é preciso controlarmos bem a bike, utilizar corretamente o peso do corpo e definir bem a trajetória que queremos. E para ter o peso bem distribuído, deves ir com os pés ao mesmo nível e, normalmente, o pé que vai adiantado é o que está do lado de fora da curva; mas é uma questão de gosto pessoal. 

1-Nas primeiras vezes, faz a aproximação com pouca velocidade. Direciona a roda da frente para a zona onde vês que a curva tem algum tipo de apoio (normalmente, a meia altura). Distribui o peso pelas duas rodas, colocando-te em pé e com os pés ao mesmo nível.

2-Ao chegares à zona mais apertada da curva, vais sentir o teu peso a ir contra a bike (como se tivesses a esmagar os pedais) e contra a parede da curva. As suspensões comprimem e deves levar braços e pernas pouco flectidos para que tenhas espaço de manobra para absorver essa inércia. Ajuda com a cabeça a direcionar o teu corpo: inclina-a para o interior da curva e verás que o teu corpo também se inclina e ajuda a "puxar" a bike para a trajetória certa.

3-Nesta altura deves puxar o guiador para ti (quanto mais depressa fores mais puxas) e passar o teu peso um pouco para trás, de modo a que a frente possa terminar a curva e para que não saias em frente antes de terminar a curva ou relevê. É importante visualizares a saida da curva pois, como sabes, para onde olhamos é, quase sempre, para onde vamos!

Treina a abordagem a diferentes velocidades e vai ganhando confiança e técnica progessivamente. Boas curvas!

Os melhores videos