8 truques para baixar o peso

Curiosamente, muitas vezes ficamos obcecados em aligeirar a nossa bicicleta 200 ou 300g gastando centenas ou milhares de euros, e nem nos apercebemos que o "componente" que mais pesa somos nós mesmos. A grande vantagem é que podemos perder peso sem gastar mais dinheiro. Neste artigo vamos mostrar como é que podemos tornar a nossa "bicicleta" mais leve.
Yago Alcalde e Carlos Pinto -
8 truques para baixar o peso
8 truques para baixar o peso

A obsessão que muitos ciclistas têm com o peso tem um fundamento físico inegável: a lei da gravidade é implacável quando estamos a pedalar subida acima. Sabemos que cada quilograma extra supõe cerca de 4kw a mais de potência para pedalar à mesma velocidade numa subida, pelo que se aligeirarmos o conjunto composto pela bicicleta e ciclista cerca de 5 kg, estaremos a poupar 20w. Aqueles que treinam com um medidor de potência sabem que melhorar 20w é equivalente a 3 meses de treino exigente. Isto não quer dizer que devemos ficar obcecados com o peso, excepto se fores um ciclista profissional onde cada detalhe conta. Se és amador, segue as nossas dicas práticas para poupares dinheiro (não vais precisar de comprar peças ultraleves para a tua bicicleta) perdendo peso corporal:

1> Marca um objetivo. Os números ajudam-nos a motivar, e como em todas as coisas da vida, a motivação é o grande segredo para ter êxito. Além de um valor como objetivo, tens de estabelecer um prazo para o alcançar.

2> Pesa-te com frequência. Até à pouco tempo, pensava-se que a pesagem habitual podia criar ansiedade e ser prejudicial nos programas de perda de peso. Contudo, os estudos mais recentes sobre o tema, mostram precisamente o contrário. Os que se pesavam com mais frequência tinham mais êxito na perda de peso.

3> Calcula o que comes e o que gastas. Embora seja uma mera estimativa, muitos relógios modernos dizem-nos quantas calorias queimamos ao longo do dia. E também existem aplicações móveis que nos podem ajudar a calcular as calorias que ingerimos.

4> Se não andas… come menos! Quando a perda de peso é uma prioridade, nos dias em que não andarmos de bicicleta convém reduzir a ingestão de calorias, e muito especialmente de hidratos de carbono. Come mais proteína e muitos vegetais e fruta. Os hidratos dessas frutas que ingerirmos nesse dia serão suficientes. Também convém aproveitar o dia de treino mais duro da semana para darmos uma pequena alegria e relaxarmos comendo aquilo que quisermos numa refeição. Preferencialmente depois de treinar.

5> Come menos, mas mais vezes. Estudos científicos dizem-nos que a partir das 750 kcal uma refeição aumenta de forma significativa as probabilidades de converter em gordura as calorias ingeridas. As famosas 5 refeições por dia devem ser seguidas à risca para perder peso. O ideal é não passar mais de 4 horas sem comer algo.

6> Água, fruta e legumes… Antes do almoço e antes do jantar, deves beber um ou dois copos de água, come uma peça de fruta e uma salada ou um prato de legumes. O objetivo é que quando chegarem os pratos mais calóricos já não tenhas fome. Além disso, isto ajuda-nos a melhorar a qualidade nutricional da dieta.

7> Nem penses em repetir. Evita repetir a refeição. Para tal, existe um truque que pode parecer uma estupidez, mas funciona. Depois de nos servirmos, não devemos deixar o tacho/panela/frigideira/wok em cima da mesa, pois a tentação de repetir o prato (caso a refeição esteja muito saborosa) será grande. O ideal é, depois de nos servirmos, guardar o que sobrou para evitar a tentação de repetir.

8> Queima mais calorias. Se não vais andar de bicicleta um ou dois dias, convém tentar aumentar o gasto calórico nesses dias fazendo alguma atividade física. Tanto pode ser uma simples caminhada, subir escadas em vez de usar o elevador ou fazer qualquer outra atividade diferente que não inclua a bicicleta, mas que nos ajude a queimar mais calorias.