Tens pela frente uma descida complicada? Segue estes conselhos

As descidas técnicas costumam paralizar alguns de nós. Mas se fizermos as coisas bem feitas, seguindo os princípios básicos que ensinamos neste artigo, não haverá descida que meta medo.
Yago Alcalde e Carlos Pinto -
Tens pela frente uma descida complicada? Segue estes conselhos
Tens pela frente uma descida complicada? Segue estes conselhos

Alguns de nós aprenderam desde pequeninos a descer, outros têm um dom inato e não têm qualquer receio, mesmo nas descidas mais técnicas e verticais. Outros nem nasceram com um dom, nem foram ensinados. Para esses, há uma boa notícia: podemos melhorar a técnica a descer, basta praticar alguns exercícios específicos e adotar aquilo que denominamos de "posição de ataque".

1. A POSIÇÃO DE ATAQUE

Consiste em adotar uma posição e uma atitude diferente em cima da bicicleta quando chegamos a uma zona complicada.

2. MAIS ATIVOS

A ideia baseia-se em ser mais activo em cima da bicicleta. Estar alerta. Não devemos pensar em relaxar e deixar-nos levar pelo desnível, mas sim manter os sentidos alerta, controlando cada pedra, cada sulco e cada raíz da descida.

3. TODO O PESO NOS PEDAIS

E muito pouco peso no guiador. Para conseguir isto, devemos deslocar o nosso peso ligeiramente para trás e baixar um pouco os calcanhares.

4. JOELHOS FLECTIDOS

Nunca devemos esticar os joelhos. Devemos sempre deixar uma pequena flexão que nos ajude a controlar o centro de gravidade e a absorver os impactos.

5. TRONCO NIVELADO

Além de flectir os joelhos, também devemos mover o nosso quadril para trás e baixar o tronco, colocando-o praticamente na horizontal.

6. OMBROS EM BAIXO

É muito importante relaxar os ombros para conseguir uma boa mobilidade no guiador. Um erro muito frequente é levar os ombros contraídos.

7. COTOVELOS PARA FORA

Com os cotovelos para fora consegue-se uma maior mobilidade e equilíbrio. Isto é muito importante.

8. CABEÇA PARA CIMA E OLHAR EM FRENTE

Também é muito importante levantar a cabeça e ir antecipando os obstáculos que vamos encontrar.

9. PROCURAR PONTOS DE CONTACTO NO TERRENO

Devemos pensar em ir "jogando" com o terreno e ir procurando pontos que sejam bons apoios, como rochas, raízes, sulcos. Devem ser os nossos pontos de apoio em vez de obstáculos.

10. PRATICA DESTA MANEIRA

Este resumo fará com que consigas uma posição com a qual poderás ir mais rápido e seguro nos trilhos mais complicados.