Tens dores no tendão de Aquiles? 3 causas que têm a ver com a bicicleta

O tendão de Aquiles não é normalmente uma zona muito castigada com a pedalada, mas há quem sofra de dores nesta área. O principal motivo pode dever-se ao mal ajuste da bicicleta. No artigo perceberás porquê.
Yago Alcalde e Carlos Pinto -
Tens dores no tendão de Aquiles? 3 causas que têm a ver com a bicicleta
Tens dores no tendão de Aquiles? 3 causas que têm a ver com a bicicleta

O ideal é, em primeiro lugar, consultar um médico especialista para descartar uma eventual lesão após a realização de uma ressonância magnética ou de outro meio de diagnóstico. Se o médico descartou a lesão, o passo seguinte é rever a posição em cima da bicicleta.

1) CLEATS ADIANTADOS

Esta lesão pode aparecer se os cleats estiverem demasiado adiantados, já que se pedalarmos com a ponta dos pés a tensão no tendão de Aquiles aumenta consideravelmente pois o pé estará sempre em tensão e é precisamente este tendão que mantém a tensão constante. Lembramos que a posição correta dos cleats é obtida quando conseguimos situar o eixo do pedal ligeiramente (5 a 8 mm) recuado face à cabeça do primeiro metatarso (joanete) se colocarmos o cranque na posição horizontal (ou seja, às 3h em ponto) e com o pé plano.

2) SELIM MUITO ALTO

Outro motivo que pode causar este problema é um selim demasiado alto que obriga a perna a esticar-se em excesso e isso provoca uma tensão excessiva no tendão. A solução é simples: basta baixar o selim para conseguir que o pé não estique em demasia durante a pedalada. Quando a altura do selim é correta consegue-se uma boa técnica de pedalada na qual o calcanhar está mais alto do que a ponta do pé na parte baixa da pedalada e na fase ascendente, ficando plano na fase em que faz força (descendente), ou seja, quando o cranque está em 90 graus.

3) SELIM MUITO BAIXO

Por último e embora seja menos frequente, um selim demasiado baixo também poderia estar relacionado com esta dor se a pedalada se realizar com o calcanhar excessivamente baixo durante toda a fase descendente (fase de força). Como vimos, um bom ajuste da bicicleta normalmente é a solução da maioria dos problemas e dores que surgem nas nossas voltas.