Não te dás muito bem com as subidas longas? Temos solução para ti

Se as subidas curtas não são problema para ti, mas as longas são um autêntivo calvário, não stresses. Há solução...
Yago Alcalde e Carlos Pinto -
Não te dás muito bem com as subidas longas? Temos solução para ti
Não te dás muito bem com as subidas longas? Temos solução para ti

Se o teu ponto mais débil são as subidas longas, é óbvio que é precisamente esse aspeto que tens de treinar mais.

1 - O primeiro conselho que te damos é dedicares dois dias durante a semana para fazer séries em subidas longas, que durem entre 10 e 20 minutos. Podes começar com 3 séries de 10 minutos com 5 minutos de recuperação. E a partir daí, aumenta cada série 2 minutos a cada semana que passar.

2 - A intensidade terá de ser perto ou ligeiramente inferior às pulsações do teu limiar anaeróbio, ou seja, à volta de 85 a 90% da tua F.C. máxima. Uma forma prática de conhecer este dado é observares as tuas pulsações quando estiveres num treino em grupo ao tentares acompanhar os melhores trepadores numa subida longa. Essas pulsações deverão estar muito perto do limiar.

3 - É preferível fazer estes treinos em dias intercalados, deixando no meio voltas suaves.

4 - Quando já tiveres cerca de seis semanas de treino - com estas séries - poderás fazer uma modificação, fazendo séries mais intensas de 3 a 5 minutos e com menos recuperação para tolerar melhor o ritmo de competição ou enfrentar as subidas mais curtas com mais à vontade.