Aprende a ajustar a tua suspensão e amortecedor

De nada serve ter a melhor suspensão do mundo se não estiver bem ajustada. Neste artigo vamos aprender a regular tanto a suspensão como o amortecedor de acordo com o nosso peso (SAG) e ajustar parâmetros como a recuperação ou os controlos de pedalada.
Revista BIKE -
Aprende a ajustar a tua suspensão e amortecedor
Aprende a ajustar a tua suspensão e amortecedor

O "sag". Este anglicismo é ainda desconhecido por muitas pessoas, contudo se não percebermos para que é que existe, de nada vale termos uma bicicleta com suspensão e amortecedor. Refere-se à percentagem consumida - sobre o curso total - apenas com o nosso peso em cima da bicicleta, o qual permitirá à roda procurar desníveis no caminho sem perder contato com o terreno. As suspensões estão desenhadas para que, ao usarmos o sag adequado, utilizem todo o curso disponível, melhorando a sua capacidade de absorção. Com pressão excessiva ou um sag muito baixo, a suspensão fica mais dura e menos absorvente ao ser mais difícil utilizar todo o curso. O sag adequado calcula-se na barra da suspensão (que coincide com o curso real da roda) e no êmbolo do amortecedor. Está recomendado à volta dos 20 a 25%, dependendo do fabricante, podendo baixar para 15% para uma utilização mais firme ou aumentar para 30% para mais conforto. É uma questão de ir experimentando.  

»FERRAMENTAS

1 Bomba para suspensões. É imprescindível. Para modificar a pressão não se pode utilizar outro tipo de bomba. 2 Chave Allen de 3 mm. Serve para pressionar o obus das válvulas e retirar ar, mas podes utilizar qualquer outra coisa. 3 Fita métrica. Com a fita mediremos o sag e o curso das suspensões.

»PASSO A PASSO...

[1] O primeiro passo é conhecer o curso total da suspensão, e para tal retiramos todo o ar com a bomba ou diretamente pressionando o obus. 

[2] Comprime a suspensão e deixa-a alongar até teres atingido as duas extremidades. Desse modo já será possível medir o curso real da suspensão. Faz o mesmo no êmbolo do amortecedor. 

[3] O anel de borracha indica-nos o curso real. No amortecedor procede da mesma forma, medindo no êmbolo. Agora calcula o sag. Nesta suspensão, por exemplo, com 160 mm de curso, 20% correspondem a 32 mm. No amortecedor, para 57 mm, o indicado são 12 mm. 

[4] As suspensões de gama média-alta têm ajustes/controlos de pedalada. Antes do ajuste situa os botões de controlo de pedalada ou bloqueio na posição "Aberto". 

[5] Algumas suspensões como as RockShox apresentam uma prática tabela com as pressões para um ajuste inicial. 

[6] Monta-te na bicicleta para medir o sag com o teu equipamento habitual completo e coloca-te numa posição centrada como na imagem. Pede a alguém que te ajude, colocando os anéis de borracha junto aos retentores. Comprime a bicicleta um par de vezes, pressionando as pernas e os braços. Volta a colocar os anéis nos retentores e desce da bicicleta com cuidado, sem comprimir exageradamente as suspensões. 

[7e 8] Mede o sag. Acrescenta ou retira ar segundo as necessidades de modo a atingir o sag adequado. Ajusta a pressão até conseguir um sag aproximado de 20%. 

(Nesta Trek Remedy 29 os 57 mm de curso no amortecedor equivalem a 140 mm na roda).

[9] Agora vamos ajustar a recuperação. Comprime a suspensão e retira as mãos repentinamente para a deixar extender rapidamente, sem nenhuma paragem. Se a recuperação for excessiva (rápida) a roda saltará do solo. Se for escassa (lenta) irá extender-se com lentidão. Tens de conseguir o ponto ideal no qual recupere a posição o mais rápido possível, mas sem que a roda perca o contato com o solo. O ideal é um meio termo: recuperação rápida, mas controlada. 

[10] Faz o mesmo com a roda traseira. Truque: se a tua bicicleta de suspensão total prejudica a pedalada (oscilando em demasia e diluindo a potência de pedalada), ajusta a recuperação mais para o lado lento. 

[11] Ajusta a recuperação nos botões de cor vermelha. Lembramos que se as tuas suspensões têm controlo de pedalada (e bloqueio), deves utilizar este sistema. Em regra, costumam ter posições pré-ajustadas para descer (sistema aberto), pedalada (controlo moderado) e subida (controlo firme ou bloqueio). 

[12] Comprova o correto ajuste da suspensão e do amortecedor. Contar com um comportamento equilibrado é fundamental para um ótimo rendimento. Comprime a tua bicicleta de suspensão total e assegura-te de que tanto a suspensão como o amortecedor têm um tato similar. 


Queres ler mais dicas e truques? Consulta a revista BIKE (nas melhores papelarias e estações de serviço) e encontrarás tudo aquilo que procuras.

BIKE nº8 já nas bancas com muitas novidades


Preferes ciclismo? Na revista Ciclismo a fundo também encontrarás tudo...

Revista Ciclismo a fundo nº4 já nas bancas


Se estás mais focado nas bicicletas elétricas, também temos a solução para ti. Eis a revista eBIKE.

Revista eBIKE nº2 já nas bancas!