Nova BH Lynx Race EVO 2021

2020 tem sido um ano marcado pela renovação de muitos modelos de XC, e a BH não ficou de fora ao atualizar a sua Lynx Race EVO.
Carlos Pinto e Hector Ruiz / Foto: César Carbrera -
Nova BH Lynx Race EVO 2021
Nova BH Lynx Race EVO 2021

A Lynx Race é uma bicicleta que surgiu em 2016, tendo sido na altura a primeira bicicleta de suspensão total de rodas 29" realmente competitiva da BH e apta para as provas de XC e maratonas. A versão Race foi lançada pela BH com o propósito de oferecer aos seus clientes aspetos tecnológicos vanguardistas, como por exemplo, a sua geometria.

FIEL AOS SEUS PRINCÍPIOS

A nova Lynx Race Evo sofreu várias alterações e uma das mais visíveis é a alteração de posição do link do amortecedor traseiro, passando a estar agora localizado no tubo do selim. Lembramos que a versão anterior tinha um link mais pequeno e oscilava no tubo superior.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

À esquerda, a nova localização do link e do amortecedor. À direita, o link do modelo anterior, lançado em 2016.

Esta alteração, mais complexa a nível visual, foi feita para melhorar a cinemática do sistema, sobretudo em termos de anti-squat (interação da pedalada com o amortecedor) e de brake squat (influência da travagem no amortecedor).

Nova BH Lynx Race EVO 2021

O novo design também implica a utilização de amortecedores de medida métrica, algo que não acontecia até agora. Isto permitiu à marca criar uma versão adicional: a Lynx Race LT, com um curso traseiro de 120 mm, pois pode usar um amortecedor diferente do utilizado na versão de 100 mm.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

O comportamento do sistema de amortecimento da Lynx deve-se ao eixo concêntrico Split Pivot colocado entre as escoras e a roda traseira. É um sistema com provas dadas e muito fiável.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Este sistema é um pouco mais pesado do que, por exemplo, o Flex Pivot, mas em troca é dos sistemas de amortecimento mais completos. Além disso, isto obriga a renunciar a outro aspeto cada vez mais em voga, pois é impossível instalar um segundo bidon de água, pois o link, os pivots, etc estão em zonas críticas.

A BH defende que é preferível ter uma bicicleta completamente funcional e fiável do que uma o mais leve possível. Por isso, desenharam um novo eixo principal do sistema de amortecimento, entre o tubo de selim e as escoras.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Este eixo passa agora a ser sobredimensionado e é um dos maiores que já vimos no setor do ciclismo, com um aumento de rigidez na casa dos 30%. Para além do seu generoso tamanho, a BH desenvolveu um sistema inspirado no mecanismo de direção Ahead. Os rolamentos em vez de estarem embutidos no próprio quadro, como na maioria das bicicletas, estão encaixados da mesma forma que os rolamentos da direção, pressionados por fora. Este sistema pode ser desmontado com bastante facilidade e rapidez, em caso de manutenção.

Além disso, os rolamentos alinham-se automaticamente, deste modo a pressão que sofrem assegura que ficam paralelos, de modo a não comprometer a suavidade de funcionamento e evitando folgas. Nas escoras há espaço suficiente para instalar pneus de até 2.4".

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Outro aspeto que está a ser debatido na atualidade, o do pedaleiro (relembramos que muitas marcas estão a voltar a utilizar versões com rosca BSA), foi analisado pela BH, contudo a marca continua a apostar no Press Fit pois, para eles, continua a ser uma opção fiável e bastante leve.

MAIS INTEGRAÇÃO

A Lynx Race de 2021 tem cablagem interna e a direção tem bloqueador de rotação da marca alemã Acros, com o seu modelo Block Lock. Isto evita que por excesso de rotação do guiador o mesmo toque no quadro.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Também foi desenvolvido um novo avanço que prescinde da aranha da direção e da tampa superior, com o objetivo de permitir instalar no interior a multi-ferramenta FIT (Fast Intervention Tool), também desenvolvida expressamente para esta ocasião.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

O avanço conta com um sistema muito peculiar com 3 parafusos de ajuste, em que os dois superiores têm a função de pressionar o avanço para baixo (como se fossem uma tampa de direção), e em que o inferior, mais robusto, imobiliza o avanço e o tubo de direção.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

O FIT basicamente é uma multi-ferramenta com forma cilíndica, a qual inclui as chaves que precisamos com mais frequência no dia a dia: 5 chaves Allen, da 2,5 à 6, torx T25, saca-corrente, elo rápido e adaptador para botija de CO2.

A ferramenta FIT é oferecida em todas as montagens superiores da gama, sendo opcional nos restantes modelos.

REALMENTE UMA BOA APOSTA

Falámos de fiabilidade e de funcionalidade, mas isto não significa que o peso seja o seu handicap. O quadro da nova Lynx Race EVO pesa 1.950g com amortecedor. Não é um peso pluma, mas é o mesmo que pesa, por exemplo, o quadro da Trek Supercaliber. Além disso, pesa apenas 40g a mais do que o quadro da Cannondale Scalpel e cerca de 100-150g a mais do que o Specialized Epic S-Works.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Como referimos antes, também na geometria houve modificações. O triângulo dianteiro cresceu entre 1,5 a 2 cm (dependendo do tamanho) em termos de Reach, a direção é agora mais aberta (de 68,5 a 68º) e o tubo de selim está mais vertical. Nas versões LT com 120 mm de curso, os ângulos estão 1º mais abertos. As escoras são 5 mm mais compridas, o que vai contra a tendência atual. Por outro lado, a testa da direção está mais curta, para uma posição mais agressiva.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Destacamos a utilização de avanços com 60 mm de comprimento, sendo específicos para a utilização do sistema FIT. Também está disponível à parte um avanço com 80 mm. Se quisermos podemos instalar um avanço diferente, mas isso impossibilita colocar o FIT no seu interior.

MODELOS E PREÇOS

Todas as novas Lynx Race colocadas à venda, tanto as 5 "normais" de 100 mm de curso, como a versão extra LT de 120 mm, pertencem à versão EVO, e isto significa que todas possuem o quadro topo de gama de carbono com os melhores materiais.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Assim, tanto o triângulo dianteiro como o traseiro, bem como o link do sistema de amortecimento são fabricados com carbono Toray T1100 e T800. Há 5 modelos Lynx Race EVO de 100 mm e cinco decorações diferentes. Além do mais, é possível personalizar através do programa BH Unique.

Lynx Race Evo Carbon 9.9 - 8.299,90€.

Transmissão SRAM XX1 Eagle AXS, travões Shimano XTR. Suspensões Fox de gama Factory. Rodas BH Evo Carbon Tubeless.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Lynx Race Evo Carbon 9.5 (modelo testado). - 7.299,90€.

Transmissão Shimano XTR, travões Shimano XTR. Suspensões Fox de gama Factory. Rodas BH Evo Carbon Tubeless.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Lynx Race Evo Carbon 9.2. - 5.999,90€.

Transmissão Shimano XT, travões Shimano XT. Suspensões Fox de gama Factory. Rodas BH Evo Carbon Tubeless.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Lynx Race Evo Carbon 8.5. - 4.899,90€.

Transmissão Shimano XT, travões Shimano XT. Suspensões Fox de gama Factory. Rodas BH SL alumínio.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Lynx Race Evo Carbon 8.0. - 4.899,90€.

Transmissão Shimano XT, travões Shimano Deore. Suspensões Fox de gama Performance. Rodas BH SL alumínio.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

Lynx Race Evo Carbon 9.0 LT. - 5.499,90€.

Transmissão Shimano XT, travões Shimano XT. Suspensões Fox de gama Factory. Rodas BH SL alumínio.

Veredito: Comportamento muito equilibrado

Se a versão anterior se destacava por ser uma bicicleta muito equilibrada e uma das melhores quanto ao funcionamento do seu sistema de amortecimento traseiro e em descida, a nova está ainda melhor.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

A posição de condução é mais agressiva, o controlo da direção é muito bom - algo que é notório quando abusamos nas descidas técnicas - e o comportamento do amortecedor traseiro, bem como a rigidez do novo link, estão a um nível superior.

Quando pedalamos não sentimos aquele bombear excessivo dos modelos menos eficientes, e isso deve-se ao Split Pivot. No entanto, quando é necessário, a sensibilidade está presente, bem como a tração, mais até do que na versão anterior, sobretudo em velocidades elevadas. Nota-se que a traseira é muito ativa, adaptando-se constantemente ao terreno, mas sem bombeios parasitas. O seu ponto de equilíbrio é muito bom, isolando as inércias que não desejamos que interfiram com o amortecedor. E é precisamente neste aspeto que temos de dar razão à BH quando esta optou pelo sistema Split Pivot em detrimento do sistema Flex Pivot. O modelo Lynx Race Evo 9.5 testado traz de origem pneus 2.4, o que pode parecer excessivo, mas que na prática demonstrou ser a imedida exata. Pesam um pouco mais do que versões mais pequenas, mas estes Maxxis Rekon Race (frente) e Aspen (atrás) mostraram ser uma boa opção em termos de aderência, tração e conforto.

Este modelo vem quase totalmente equipada com Shimano XTR, excepto os cranques (MT900-1) e os discos (SM-RT76), os quais têm uma boa qualidade de travagem, mas não possuem as entradas de refrigeração dos XTR. Inclui ainda as rodas BH EVO de carbono com 30 mm de largura interna.

Nova BH Lynx Race EVO 2021

O selim Prologo Scratch é uma opção acertada, sendo confortável e como detalhe salientamos o aperto de selim ultraleve BIKE Yoke (8g), construído em alumínio. Quanto ao peso da bicicleta no tamanho M, na nossa balança acusou (já convertida em tubeless) 10,43 kg.

O melhor: Geometria com um bom compromisso entre agilidade e posição racing. Equilíbrio entre eficácia de pedalada e comportamento do sistema de amortecimento traseiro. Sistema FIT.

A melhorar: Apenas permite levar um bidon de água. O preço da versão mais barata ultrapassa os 4.800€.

Ficha técnica BH Lynx Race EVO 9.5 2021

  • Quadro Carbono HCIM. 100mm.
  • Amortecedor Fox DPS Evol Factory. 190x40 mm.
  • Suspensão Fox 32 SC Factory. 100 mm.
  • Pedaleiro Shimano XTR. 34 d.
  • Transmissão Shimano XTR
  • Manete mudanças Shimano XTR
  • Cassete Shimano XTR 9100. 10-51 d.
  • Corrente Shimano XTR
  • Travões Shimano XTR. Discos 180/160 mm.
  • Direção Lynx Race EVO by Acros.
  • Avanço Lynx Race EVO 60mm. -6º.
  • Guiador BH Evo Carbon midflat 760mm. 8 mm altura.
  • Punhos BH Control Grip Lock On.
  • Selim Lynx Race EVO 60mm
  • Espigão de selim BH EVO Carbon 31,6mm, 420mm
  • Rodas BH EVO Carbon. 30 mm.
  • Pneus Maxxis Rekon Race EXO MAXX SPEED 29x2.40"/ Aspen Race EXO MAXX SPEED 29x2.40"
  • Peso 10,43 kg (tam. M sem pedais). 10,61 kg com multi-ferramenta FIT.
  • Tamanhos S, M, L e XL.
  • Preço 7.299,90€.

Durante as próximas semanas e no início de janeiro chegarão às lojas os primeiros modelos. Poderás saber mais em www.bhbikes.com.