comitium

Já é conhecido o percurso da Volta a França feminina 2022

A prova vai ter oito etapas e decorrerá de 24 a 31 de Julho, com quatro jornadas planas, duas mais acidentadas e as duas últimas em montanha.

Já é conhecido o percurso da Volta a França feminina 2022
Já é conhecido o percurso da Volta a França feminina 2022

A primeira edição da Volta a França feminina, cujo percurso foi apresentado ontem, vai começar no dia 24 de Julho de 2022, ou seja, no dia em que o pelotão masculino chega a Paris. 

As bases estão fundadas de modo a permitir que o Tour feminino perdure no tempo e para tal estão a ser feitos acordos publicitários e está garantida a transmissão televisiva. As ciclistas vão ter de completar oito etapas, no total de 1.029 km entre a Torre Eiffel, que marcará a partida oficial da prova, e La Planche des Belles Filles, no alto dos Vosgos, no último dia. 

O pelotão feminino terá pela frente quatro etapas planas, incluindo uma travessia em gravel, duas etapas mais acidentadas e as duas últimas de montanha, com uma chegada em alto - no último dia - em La Planche des Belles Filles, uma dura subida de 7 km a 8,7%, com rampas acima dos 20%, que poderá ser decisiva. 

Em cinco das oito etapas o pelotão terá de realizar um circuito na parte final, para atrair mais a atenção do público. A prova vai começar no dia 24 de Julho (um domingo) pouco antes da chegada do Tour masculino aos Campos Elíseos e vai partilhar a mesma meta, embora num horário diferente.

"A ideia é aproveitar a presença de jornalistas no Tour masculino para atrair a atenção mediática no feminino", referiu o diretor da ASO, Christian Prudhomme. 

A prova é dirigida pela ex-campeã francesa. Marion Rouse, um rosto conhecido por todos. Além de ter sido ciclista, nos últimos anos foi comentadora de ciclismo na televisão francesa. "A ideia é encontrar um equilíbrio económico para que, um dia, possamos celebrar o centenário desta prova", destacou Prudhomme, satisfeito com o númro de patrocinadores que a primeira edição atraiu. 

No cômputo geral, o Tour feminino é mais curto do que o Giro feminino e vai ter como um dos pontos de destaque o maciço dos Vosgos, escolhido pela sua proximidade a Paris. 

Depois, as ciclistas rumarão a Este, primeiro através de um percurso plano e nervoso nas ruas de Paris, entre a Torre Eiffel e os Campos Elíseos, seguindo-se 135 km (planos) entre Meaux e Provins (2ª etapa). 
 

etapa 1
Etapa 1
etapa 2
Etapa 2

As primeiras dificuldades montanhosas chegarão na terceira etapa devido ao seu perfil acidentado entre Reims e Épernay, antes de enfrentar Troyes y Bar sur Aube (zona de gravel). Serão quatro secções em gravel, totalizando 13 km nos últimos 60 da etapa que, no total, terá 126 km. 

etapa 3
Etapa 3
etapa 4
Etapa 4

A quinta etapa será plana e longa (175 km), ou seja, tem 15 km a mais do que o que é autorizado para uma prova feminina, por isso a ASO teve de pedir uma autorização especial à União Ciclista Internacional (UCI). 

etapa 5
Etapa 5

O terreno acidentado voltará na sexta etapa, com final em Rosheim e com várias pequenas subidas pelo meio. Mas a cereja no topo do bolo será a subida a Grand Ballon de Alsacia (13,5 km a 6,7%, embora a meta esteja localizada na descida a 8 km do alto). Antes de cortarem a meta, terão de superar mais alguns colossos, como o Petit Ballon (9,3 km a 8,1%) e Platzerwasel (13,5 km a 6,7%).  

etapa 6
Etapa 6
etapa 7
Etapa 7

No total, a etapa rainha terá mais de 3.000 metros de desnível, com final em La Planche des Belles Filles, com destaque para a parte mais dura - 7 km a 8,7% de inclinação média -, isto depois de já terem subido o Ballon de Alsacia. 

etapa 8
Etapa 8

 

Volta a França 2022: etapas, mapas e pontos quentes

Relacionado

Volta a França 2022: etapas, mapas e pontos quentes

Diretora da Volta a França feminina assegura que edição de 2022 terá 8 etapas

Relacionado

Diretora da Volta a França feminina assegura que edição de 2022 terá 8 etapas

A impressionante magnitude da Volta a França 2021

Relacionado

A impressionante magnitude da Volta a França 2021

UCI pretende criar um salário mínimo no ciclismo feminino

Relacionado

UCI pretende criar um salário mínimo no ciclismo feminino

Ciclismo feminino vai ser mais apoiado em Portugal

Relacionado

Ciclismo feminino vai ser mais apoiado em Portugal

Eurosport e GCN vão transmitir mais ciclismo feminino

Relacionado

Eurosport e GCN vão transmitir mais ciclismo feminino

Os melhores videos