comitium

Volta a França 2022: etapas, mapas e pontos quentes

A edição 109 da Volta a França vai começar, como anunciámos anteriormente em Copenhaga, e volta a ter subidas míticas como o Alpe d´Huez, Granon ou Hautacam. Terá cinco finais em alto e 53 km de contrarrelógio.

Volta a França 2022: etapas, mapas e pontos quentes
Volta a França 2022: etapas, mapas e pontos quentes

O percurso da edição nº109 da Volta a França foi oficialmente apresentado. A prova vai decorrer entre 1 e 24 de Julho, enquanto a versão feminina decorrerá entre 24 a 31 do mesmo mês. 

A partida oficial será em Copenhaga, com três etapas em solo dinamarquês e estão agendados três dias de descanso. O pavé regressa à prova, na quinta etapa, bem como as míticas subidas ao Alpe d´Huez e Granon. Os Pirenéus também terão subidas clássicas como Peyregudes e Hautacam. Quanto ao contrarrelógio, serão dois, num total de 53 km (um inicial em Copenhaga com 13 km e outro na penúltima etapa com 40 km, o qual poderá ser decisivo). 

A edição mais setentrional de sempre vai atravessar quatro cordilheiras, Vogos, Alpes, Maciço Central e Pirenéus, bem como quatro países (Dinamarca, França, Bélgica e Suíça). No total serão percorridos 3.328 km nas 21 etapas, sendo seis etapas planas, sete de média montanha e seis de alta montanha, com cinco finais em alto. No perfil da prova destacamos ainda 29 subidas de nível muito exigente (HC, bem como de 1ª e 2ª categoria). 

A prova vai começar com 11 km de contrarrelógio nas ruas de Copenhaga. A segunda jornada será certamente marcada pelo vento, com 18 dos 20 km finais nas imediações do Báltico. 

Já em solo francês, o pelotão terá de pedalar junto ao Canal da Mancha (onde o vento voltará a marcar presença) e na quinta etapa será o pavé o denominador comum. Esta ligação entre Lille e Arenberg terá 19 km em pavé repartidos por 11 setores, cinco deles inéditos, prometendo emoção nos 75 km desta jornada. 
 

sectores de paves
 

A primeira semana vai terminar com a subida a La Planche des Belles Filles (7ª etapa) - subida de 7 km a 8,7%, palco do brilharete de Pogacar em 2020, quando "roubou" a vitória do Tour a Roglic. Será a primeira chegada em alto da prova. 

A segunda semana, que decorrerá na parte Suíça, estará marcada pelos Alpes. Destacamos sobretudo dois momentos chave: o regresso do Col de Granon (com os seus 11,3 km a 9,2% e com o topo situado a 2.413 metros de altitude) e, no dia seguinte, a chegada ao Alpe d´Huez (13,8 km a 8,1%), após quatro anos de ausência. 

etapa 11
Etapa 11

As 21 curvas da mais conhecida subida da Volta a França vão ser percorridas no dia 14 de Julho, dia festivo em França. O Alpe d´Huez acolherá a meta pela 31ª vez na história. 

etapa 12
Etapa 12

Na terceira semana de prova, a caravana rumará a Sul, após uma travessia pelo Maciço Central (a 14ª etapa terá um final no aeródromo de Mende, com os seus 3 km a 10,2% de pendente média), desembocando nos Pireneus, com duas grandes etapas de alta montanha com chegadas em alto: Peyragudes (8 km a 7,8%, após a ascensão a Aspin, Ancizan e Louron) e Hautacam (13,6 km a 7,8%), depois de subir o Aubisque e o inédito e muito duro Col de Spandelles (10,3 km a 8,3%). 

etapa 17
Etapa 17
etapa 18
Etapa 18

No entanto, as contas finais estão reservadas para o último contrarrelógio, na 20ª etapa. Serão 40 km acidentados com final no santuário de Rocamadour, que promete ser decisivo. No dia seguinte o pelotão poderá finalmente relaxar na chegada aos Campos Elíseos em Paris. 

ETAPAS VOLTA A FRANÇA 2022

1ª ETAPA. 1 de julho. Copenhaga - Copenhaga (CRI 13 km)             

2ª ETAPA. 2 de julho: Roskilde - Nyborg (199 km)

3ª ETAPA. 3 de julho: Vijle - Sonderborg (182 km)

DESCANSO. 4 de julho: 

4ª ETAPA. 5 de julho: Dunkerque - Calais (172 km)

5ª ETAPA. 6 de julho: Lille - Arenbert (155 km)

6ª ETAPA. 7 de julho: Binche - Longwy (220 km)

7ª ETAPA. 8 de julho: Tomblaine - La Planche des Belles Filles (176 km)

8ª ETAPA. 9 de julho: Dole - Lausanne (184 km)

9ª ETAPA. 10 de julho: Aigle - Châtel (183 km)

DESCANSO, 11 de julho.

10ª ETAPA. 12 de julho: Morzine - Megève (148 km)

11ª ETAPA. 13 de julho: Albertville - Col du Granon (166 km)

12ª ETAPA. 14 de julho: Briançon - Alpe d'Huez (166 km)

13ª ETAPA. 15 de julho: Bourg d'Oisans - Saint-Etienne (193 km)

14ª ETAPA. 16 de julho: Saint-Etienne - Mende (195 km)

15ª ETAPA. 17 de julho: Rodez - Carcassona (200 km)

DESCANSO. 18 de julho

16ª ETAPA. 19 de julho: Carcassona - Foix (179 km)

17ª ETAPA. 20 de julho: Saint-Gaudens - Peyragudes (130 km)

18ª ETAPA. 21 de julho: Lourdes - Hautacam (143 km)

19ª ETAPA. 22 de julho: Castelnau-Magnoac - Cahors (189 km)

20ª ETAPA. 23 de julho: Lacapelle-Marival - Rocamadour (CRI) (40 km)

21ª ETAPA. 24 de julho: La Défense - París (112 km)

 

Arquivado em:

Contratações e saídas das equipas World Tour para 2022 (atualizado)

Relacionado

Contratações e saídas das equipas World Tour para 2022 (atualizado)

UCI anuncia os calendários do World Tour para 2022

Relacionado

UCI anuncia os calendários do World Tour para 2022

Diretora da Volta a França feminina assegura que edição de 2022 terá 8 etapas

Relacionado

Diretora da Volta a França feminina assegura que edição de 2022 terá 8 etapas

A impressionante magnitude da Volta a França 2021

Relacionado

A impressionante magnitude da Volta a França 2021

A imponente logística de uma equipa World Tour para uma grande Volta

Relacionado

A imponente logística de uma equipa World Tour para uma grande Volta

Nossos destaques