comitium

Software de treino para ciclismo: alternativas

Neste artigo resumimos quais os programas informáticos ou aplicações que podemos utilizar para monitorizar o nosso desempenho desportivo.

Yago Alcalde

Software de treino para ciclismo: alternativas
Software de treino para ciclismo: alternativas

Hoje em dia há muita oferta. Para começar, os principais fabricantes de dispositivos GPS costumam ter a sua própria plataforma na qual é possível registar o treino que acabámos de fazer. A Garmin, a marca mais utilizada em Portugal segundo o estudo de mercado realizado pelas revistas BIKE, CICLISMO A FUNDO e eBIKE, tem a plataforma Garmin Connect, a qual nos permite registar os nossos treinos e rotas. É bastante completa, já que também permite personalizar os treinos, desenhar percursos, entre outras funções. Tal como a Garmin, a Suunto tem a sua própria plataforma (Movescout) na qual se podem descarregar os treinos para análise posterior.

Software de treino para ciclismo: alternativas

 

Outra marca também muito popular e com um bom software de análise é a Polar. A mítica marca finlandesa conta com o software Polar Flow com o qual é possível realizar um acompanhamento dos nossos treinos.

Todas as grandes marcas de GPS têm a sua própria plataforma, podendo ajudar-te a ter atualizados os teus treinos, progressos, etc.

Para além destas três marcas mais populares, merece especial atenção o Strava. Não pertence a nenhuma marca de GPS, mas é compatível com todos e inclusive pode ser utilizado a partir do telemóvel. O Strava, mais do que uma plataforma para analisar o treino é um mundo virtual e uma rede social. Permite registar de forma automática segmentos (partes de rotas) e classificar publicamente ou em privado em função dos tempos. Embora o normal seja usar no modo público, para assim comparar os tempos com outros ciclistas, também é muito prático para fazer comparações pessoais, ou seja, para vermos se estamos a evoluir. É uma boa plataforma para registar os quilómetros ou as horas de treino que fizemos.

Por último, o Training Peaks é uma plataforma que permite uma análise mais profunda das nossas métricas de treino. É compatível com todos os dispositivos e o emparelhamento com as plataformas é automático. Além de analisar os treinos, o Training Peaks é também a plataforma mais utilizada por treinadores para planificar e analisar os treinos.

Acompanha estes e outros artigos sobre treino (ainda mais detalhados e pormenorizados) nas revistas BIKE e Ciclismo a fundo.

Arquivado em:

Como usar as zonas de treino (Z1, Z2, Z3...)

Relacionado

Como usar as zonas de treino (Z1, Z2, Z3...)

A alimentação como fator fundamental na recuperação após o treino

Relacionado

A alimentação como fator fundamental na recuperação após o treino

Para uma alimentação saudável, é necessário dar primazia à fruta da época e aos legumes

Relacionado

Alimentação: Frutas e verduras são a base

Os melhores videos