Técnica: como ultrapassar raízes molhadas

As raízes molhadas são o "calcanhar de Aquiles" de muitos praticantes de BTT. Muitos ficam bloqueados quando se deparam com elas, enquanto outros passam por cima delas tranquilamente. Neste artigo explicamos qual é o truque.
Ivan Mateos -
Técnica: como ultrapassar raízes molhadas
Técnica: como ultrapassar raízes molhadas

Se as raízes te deixam nervoso, porque já sofreste alguma queda ou porque a bicicleta foge por todos os lados, está na hora de acabar com esse trauma. Neste artigo vamos mostrar-te como é que os profissionais fazem para passar tão rápido em cima das raízes.

Se as raízes estiverem secas, até proporcionam tração, mas se estiverem molhadas, podem converter-se numa "pista de gelo".

Evidentemente, enfrentar uma encruzilhada de raízes com alguma velocidade mete algum respeito, mas devemos pensar que a inércia será a nossa aliada. Devemos ultrapassar o mais rápido e o mais perpendicular possível a secção de raízes, evitando tocar nos travões pois se as rodas chegarem a bloquear perderão tração e poderão resvalar.

Trava somente antes ou depois da secção com raízes, mas nunca a meio. Pode parecer uma ideia louca, mas é uma técnica usada por todos os atletas na Taça do Mundo e é de facto a melhor maneira para ultrapassar as raízes sem grandes problemas.

Antes de entrares na zona com muitas raízes escolhe a melhor trajetória, evitanto as raízes muito elevadas, e procurando sempre a melhor escapatória. Os braços e pernas devem estar soltos para absorver as oscilações (tanto verticais como laterais).

Treina várias vezes e verás como funciona.