Compras no supermercado: porque são um pesadelo?

Porque será que somos capazes de aguentar provas e treinos tão duros em cima da bicicleta, mas meia hora com o carrinho no supermercado é capaz de nos destruir? Haverá explicação científica?
Carla Ribeiro e Yago Alcalde -
Compras no supermercado: porque são um pesadelo?
Compras no supermercado: porque são um pesadelo?

O principal motivo para este tipo de cansaço é que estamos a fazer uma atividade física para a qual não estamos habituados. Digamos que seria a mesma sensação que teria a(o) nossa(o) companheira(o) se se montasse numa bicicleta durante hora e meia sem estar preparada(o): também acabaria com uma sensação de fadiga generalizada e seguramente com algumas dores.

Se és capaz de pedalar durante horas sem acabar todo partido é porque o fazes habitualmente, estás preparado para isso e para o teu corpo não é um esforço extra. Além disso, quando pedalamos, no fundo estamos sentados, as nossas pernas não vão sempre em carga e não estamos a suportar sobre elas todo o peso do nosso corpo.

Ir às compras implica dois tipos de atividade: caminhar e estar em pé quieto. Há muitos ciclistas que no seu dia-a-dia não caminham nada. Se te deslocas para o trabalho de carro e no teu tempo livre só fazes ciclismo, é possível que algo tão simples como caminhar implique um tipo de esforço muscular para o qual não estás habituado, principalmente se for caminhar lentamente. Mas pior que caminhar é ficar parado de pé já que nesta situação o stress muscular é maior, embora pareça o contrário.

Quando estamos de pé o fluxo sanguíneo piora porque não há movimento ou contrações musculares. Além disso, o peso concentra-se de forma contínua sobre os pontos de apoio sem descanso enquanto que ao caminhar, vamos alternando os pontos de apoio e o trabalho muscular que temos de fazer para manter a posição é feito por alguns músculos, mas de cada vez. Se não estivermos habituados a estar de pé muito tempo, a situação piora.

Independentemente da questão física, pode também estar associada uma componente psicológica motivacional pois às vezes, fazer compras pode não ser o plano que mais nos motive. A desmotivação e o aborrecimento de ir às compras acentua a sensação de fadiga depois de passar algum tempo a olhar para as vitrines e acentua-se ainda mais se o que estivermos a comprar não nos despertar grande interesse.