comitium

Vincenzo Nibali regressa à Astana

A equipa cazaque começou a renovar o seu plantel após a confirmação de saída de várias figuras de relevo. Segundo o desportivo "La Gazzetta dello Sport", além de Vincenzo Nibali a Astana contratou o seu irmão Antonio, Miguel Ángél López, Moscon, Conti, Ryabushenko e Basso.

Vincenzo Nibali regressa à Astana
Vincenzo Nibali regressa à Astana

Cinco anos após abandonar a equipa onde obteve as maiores vitórias da sua carreira, Vincenzo Nibali regressa à Astana perto de cumprir 37 anos. O ciclista natural de Messina (Itália), representou durante três temporadas a Bahrain Merida e nas últimas duas vestiu as cores da Trek-Segafredo, mas o seu contrato com a equipa norte-americana terminava no final deste ano e a não renovação era uma certeza. Agora finalmente foi confirmado aquilo que já se suspeitava, o regresso à formação cazaque, que passa a ser comandada novamente por Alexandr Vinokurov. 

Nibali volta à equipa que representou entre 2013 e 2016, na qual alcançou resultados de relevo, como duas vitórias na Volta a Itália (2013 e 2016) e na Volta a França (em 2014), além de vitórias na Lombardia, Tirreno Adriático, Giro de Trentino, Tour de Oman e no Campeonato Nacional de Itália, entre outras. No total, acumulou 22 vitórias com as cores da Astana, entre elas nove etapas em Grandes Voltas. 

nibali volta à astana
 

REVOLUÇÃO NA ASTANA

O plantel da equipa vai sofrer uma grande revolução, após uma temporada complicada devido a lutas internas, que culminaram com o abandono da Premier Tech como patrocinador secundário, e com a debandada de vários dos ciclistas mais importantes. 

Uma das principais estrelas, Aleksandr Vlasov é uma das principais baixas, tendo assinado pela BORA-hansgrohe por três temporadas, enquanto Óscar Rodríguez ruma à Movistar até 2023. Merhawi Kudus (ciclista que preparou a temporada em Portugal) vai juntar-se à EF Education-Nippo e Jonas Gregaard ruma à Uno-X. Também existem rumores de que os espanhóis Alex Aranburu e Gorka Izagirre poderão estar a caminho da Movistar e Luís León Sánchez poderá estar perto de assinar pela Bahrain Victorious. Além disso, Jakob Fuglsang está prestes a acabar o seu contrato e poderá estar de saída. 

Para colmatar estas saídas, Vinokurov tem estado a preparar um conjunto de contratações de modo a tornar a equipa competitiva para a temporada de 2022, embora em princípio o orçamento será mais reduzido. Nibali e o seu irmão Antonio são as primeiras confirmações, mas também está garantida a entrada de Miguel Ángel López. 

Outros nomes sonantes estão na calha, como Gianni Moscon, Leonardo Basso, David de la Cruz, Valerio Conti e Alexandr Riabushenko. 

Arquivado em:

vincenzo nibali

Relacionado

Vincenzo Nibali fraturou o pulso numa queda enquanto treinava

Nibali está aberto a propostas para 2020

Relacionado

Nibali está aberto a propostas para 2020

Vincenzo Nibali e Bauke Mollema estão confirmados na Volta ao Algarve

Relacionado

Vincenzo Nibali e Bauke Mollema estão confirmados na Volta ao Algarve

Edição nº8 da revista Ciclismo a fundo já nas bancas!

Relacionado

Edição nº8 da revista Ciclismo a fundo já nas bancas!

Os melhores videos