comitium

Estás a pensar comprar uma bicicleta em segunda mão? Primeiro lê este artigo

Uma bicicleta usada pode ocultar muitas histórias, embora possa parecer imaculada...

Como examinar uma bicicleta em segunda mão
Como examinar uma bicicleta em segunda mão

Uma bicicleta em segunda mão pode ter passado muitas agruras e muitas vezes não é possível saber se o dono original teve cuidado com a mesma ou não. Por isso, vale a pena ter alguns cuidados antes de abrir a carteira:

1. O mais importante é - se o quadro não for em carbono - analisar o estado das soldas e comprovar que não existem gretas nem sinais de corrosão. Os pontos chave são: zona da direção, zona do pedaleiro e cruzamento superior do tubo de selim. Presta atenção a estas zonas e, se necessário, limpa bem previamente. 

2. Se a bicicleta faz ruídos - mesmo que o dono diga que são normais - evita comprar essa bicicleta.

3. Confirma o estado dos pneus, calços de travão, cabos, discos, desviadores e manetes. O estado dos calços ajuda a ter uma noção da intensidade e da duração da utilização da bicicleta.

4. A transmissão deve ser analisada com muito cuidado. Confirma o estado dos carretos e cremalheiras (sobretudo os dentes), pois caso estejam desgastados terás de investir numa transmissão nova. Isso também indica que o utilizador não tinha muito cuidado com a bicicleta. Se a corrente não estiver em condições, obviamente também terás de a substituir, juntamente com a cassete e com as cremalheiras. Para comprovares o estado da corrente, coloca-a no prato grande e vai mudando de carretos, vendo se a corrente não está demasiado folgada, o que poderá indicar um grande desgaste. 

5. A bicicleta tem inúmeros sítios propensos a folgas e nem todos têm solução. Confirma especialmente o estado do eixo pedaleiro e, em caso de ser uma bicicleta de suspensão total, os links e basculante. Se tiverem folga, terás de comprar alguma peça. Se os cubos, direção ou pedais tiverem alguma folga, aí a situação não é tão complicada. 

6. Confirma o estado da direção. Roda-a e verifica se tem folga. Se não rodar suavemente isso vai prejudicar a condução, criando instabilidade, além de ser um processo que irá piorar exponencialmente. 

7. A suspensão e o amortecedor são outros componentes a valorizar na altura da compra. É muito difícil detetar se o seu sistema hidráulico (se for o caso) está a perder óleo, sobretudo se a bicicleta te for entregue lavada. O ideal é experimentar a bicicleta antes de comprar, fazendo a suspensão/amortecedor oscilar bastante e no final confirmando se as baínhas ou o pistão não ficaram com óleo em excesso. Além disso, confirma que os botões de pré-carga, recuperação ou bloqueio funcionam corretamente. 

8. O estado dos pneus é mais fácil de confirmar. Verifica se os tacos estão em bom estado, se não existem cortes ou arame visível. 

9. Revê o estado das cabeças dos parafusos allen (sextavada). Se estiverem moídas vai dificultar - ou impossibilitar - a extração ou aperto desses parafusos e denota que o dono não teve muito cuidado com a bicicleta. 

10. Há outros pontos que denotam as agruras sofridas pela bicicleta, como as escoras e o tubo diagonal. Procura sinais de tinta lascada e pancadas. Além disso, na zona de passagem dos cabos/bichas no quadro, verifica se existe desgaste. Isso pode confirmar que aquilo que o vendedor diz ("quase não andei nela") é falso. 

11. Verifica também os olhais e o estado dos raios (nas rodas). Se os aros ou os olhais apresentarem fissuras, isso significa que a bicicleta esteve sujeita a um elevado grau de fadiga. Confirma também o estado dos raios, pois se estiverem desapertados, partidos ou se faltarem alguns, isso vai significar um investimento da tua parte. Uma roda empenada é sempre um investimento avultado a ter em conta. 

12. O estado do cepo é muito difícil de confirmar, mas aconselhamos-te a experimentar a bicicleta, colocando várias mudanças para confirmar o engate certeiro dos linguetes. Também podes, de vez em quando, pedalar para trás, reparando se tudo funciona corretamente. 

Se fizeres isto, certamente encontrarás no mercado de segunda mão boas oportunidades de negócio. O nosso conselho é que não te precipites na compra. Analisa várias opções antes de te decidires e sempre sem pressa. 

Arquivado em:

Grande entrevista Ana Santos

Relacionado

Grande entrevista: Ana Santos

Teste Giant Trance X Advanced

Relacionado

Giant Trance X Advanced: a bicicleta inteligente

Edição especial da revista BIKE já disponível

Relacionado

Edição especial da revista BIKE já disponível

Os melhores videos