CCC dispensa a maior parte do staff e reduz salários dos ciclistas

O dono da equipa, Jim Ochowicz, assume os efeitos negativos da crise gerada pelo coronavírus, sobretudo no seu patrocinador principal.
Revista Ciclismo a fundo / Foto: Bettini -
CCC dispensa a maior parte do staff e reduz salários dos ciclistas
CCC dispensa a maior parte do staff e reduz salários dos ciclistas

A equipa polaca capitaneada por Greg Van Avermaet foi obrigada a fazer cortes perante a pandemia e as consequências que isso gerou, sobretudo a redução do calendário velocipédico este ano. "As implicações económicas da pandemia tiveram um efeito drástico nos negócios do nosso principal patrocinador, e tal como outras equipas profissionais de ciclismo, o nosso orçamento foi reduzido", disse Ochowicz.

"Isto está fora do nosso controlo. Sabemos que não haverá competição nos próximos tempos, mas a situação está em constante evolução, portanto, neste preciso momento só podemos atuar a curto prazo", afirmou.

"Para termos orçamento disponível, caso a temporada comece novamente, tivemos de suspender temporariamente o nosso staff, excepto um reduzido número de pessoas, e reduzir bastante o salário dos ciclistas. Quando as provas recomeçarem esperamos estar em condições de reincorporar o maior número de elementos do staff possível e analisar em que situação está o nosso orçamento", concluiu Ochowicz.