comitium

TESTE kit luzes Cateye AMPP 400 e VIZ 150

Testámos um kit de luzes da Cateye composto por um foco dianteiro AMP 400 e por uma luz traseira VIZ 150.

Teste luzes
Teste luzes

É inegável que atualmente, por uma questão de segurança, devemos usar luzes. Há quem não o faça, mas isso são opções e cada um de nós deve ser responsável pelo risco que corre.

No nosso caso, usamos luzes tanto nos trilhos, como na estrada e mesmo em ambiente urbano. Ao longo de mais de 30 anos a pedalar - com alguns sustos pelo caminho - aprendemos que mais vale prevenir do que remediar e comprar um bom kit de luzes pode ser a aquisição mais marcante que podemos fazer em termos de segurança.  

Este kit da Cateye é composto por um foco dianteiro AMPP 400 e por um traseiro VIZ 150. O dianteiro debita 400 lumens na intensidade máxima (constante), tendo ainda mais mais três modos: luz média constante, luz diurna e modo flash. Obviamente, a intensidade máxima gasta mais bateria e segundo os nossos testes superou ligeiramente as duas horas de utilização. No caso da intensidade média constante, chegou perto das quatro horas, na luz diurna aproximou-se das seis e no modo flash superou largamente as 58 horas

A iluminação proporcionada pelos 400 lumens é satisfatória, com um foco constante, uma entrega de luz homogénea e que cobre um espectro de campo decente: cerca de 7 metros da dianteira com cerca de 3 de largura. Algumas luzes que testámos de "marcas brancas" com inclusive mais lumens do que esta não proporcionaram um campo de visão tão abrangente e sobreaqueciam muito. Isso não acontece com esta Cateye, que se mantém sempre com uma temperatura controlada. A utilização da tecnologia OptiCube faz com que esta abrangência em termos de iluminação seja de facto um dos pontos fortes. 

IMG 4564
 

Para ligar/desligar o foco e para navegar entre os modos de funcionamento existe unicamente um botão de borracha estanque, para evitar danificar os circuitos internos em caso de chuva. O chassis desta AMPP é robusto, bem construído e com acabamentos de qualidade, sendo o carregamento feito através de uma porta com ligação USB. É fornecido um pequeno cabo que permite carregar a luz traseira e o foco numa entrada USB, o que significa que somente se tiveres outro cabo igual conseguirás carregar as duas luzes ao mesmo tempo. Por falar em carregamento, a borracha que tapa a conexão é de boa qualidade, flexível e tapa eficazmente a reentrância. Quanto ao tempo de recarregamento, ronda as 4 horas

ampp400 viz150 01
 

O acoplamento entre o foco frontal e o guiador é feito através de um eficaz sistema que não requer ferramentas. Usámos em bicicletas com guiadores tradicionais, pelo que não podemos garantir que em guiadores com formatos sobredimensionados seja compatível. Em todo o caso, durante os nossos testes mostrou ser um sistema robusto e estático depois de devidamente ajustado (algo que se faz com bastante facilidade). O acoplamento da luz à abraçadeira FlexTight é feito através de um carril, sendo o desengate - tal como a colocação - muito intuitivo.

Quanto à iluminação em si, gostámos do sistema de memória, ou seja, sempre que ligamos a luz, ela automaticamente surge com o modo escolhido da última vez que a usámos. Além disso, se quisermos passar diretamente para o modo máximo de iluminação não temos de percorrer todos os outros modos, basta clicar duas vezes no botão e voilà!

E como é que sabemos se a bateria está quase gasta? É simples! O botão passa de cor branca para vermelha. 

Quanto à luz traseira - a VIZ 150 - tem, como o próprio nome indica, 150 lumens. O sistema baseia-se em 3 Leds com lente OptiCube e garantimos que mesmo durante o dia tem capacidade suficiente para sermos vistos pelos demais. Afinal de contas, esse é o grande objetivo destas luzes. A VIZ 150 é compacta, leve e polivalente, pois pode ser colocada na horizontal ou na vertical. Tem quatro modos (constante, flash, andamento em grupo e flash diurno), todos eles geríveis através de um único botão numa das extremidades. Na outra extremidade encontra-se a entrada para o cabo micro-USB. 

Quanto à duração da carga, no modo mais elevado, chega às 5 horas, no modo flash ronda as 70, no modo andamento em grupo supera as 10 e no flash diurno pode atingir as 15. O carregamento médio dura cerca de 3 horas e só pode ser feito via USB. Também tem função de memória e gostámos do sistema de auto-gestão da bateria que, quando chega a um valor crítico em termos de carga, muda automaticamente para o modo flash. 

IMG 4562
 

O acoplamento ao espigão de selim é totalmente novo e é mais polivalente do que o anterior. Agora tem uma abraçadeira com vários níveis, adaptando-se a diferentes tipos de espigões (diâmetro entre 21,5 e 32 mm). Além disso, é possível ajustar o nível de inclinação da luz. 

E se achas que estes lumens não são suficientes - embora nos nossos testes tenham demonstrado que em nenhuma situação precisávamos de mais luz - a Cateye tem opções com 500 lumens, 800 lumens ou 1.700 lumens, só para exemplificar. Mas as que testámos são umas luzes de qualidade, que proporcionam visibilidade frontal (AMPP400) e traseira (VIZ150) mas também lateral (algo que é importante sobretudo em meio urbano). São robustas, resistentes a pancadas e às agruras do clima (IPX4), e como são vendidas no espaço europeu, têm garantia de 2 anos. Além do mais, como são muito fáceis de montar/desmontar, se tiveres outras bicicletas verás que o processo de transferir o kit é rápido. 

PREÇO

Este kit custa 54,99 euros e inclui o foco dianteiro, o foco traseiro, os sistemas de acoplamento, o cabo de carregamento e o manual de utilizador. 

OPÇÕES

A gama AMPP tem vários modelos. Ao clicar aqui encontrarás todas as opções à venda. Quanto à gama Vizz, acede aqui

ONDE POSSO COMPRAR?

A Cateye é distribuída em Portugal pela empresa STAND JASMA. Sabe mais detalhes acerca deste kit que testámos clicando aqui

Arquivado em:

Teste: nova Scott Spark 2022

Relacionado

Teste: nova Scott Spark 2022

Teste Scott Addict eRide 10 (com vídeo)

Relacionado

Teste Scott Addict eRide 10 (com vídeo)

Teste: Luz traseira Gurpil GP-120

Relacionado

Teste: Luz traseira Gurpil GP-120

TESTE: nova Mondraker Raze

Relacionado

TESTE: nova Mondraker Raze

TESTE: bomba de suspensão digital PRO Team

Relacionado

TESTE: bomba de suspensão digital PRO Team

Os melhores videos