comitium

TESTE capacete Bontrager Quantum MIPS

Fácil de ajustar, com uma boa proteção traseira e muito polivalente, este Quantum é o "canivete suíço" dos capacetes.

TESTE capacete Bontrager Quantum MIPS
TESTE capacete Bontrager Quantum MIPS

Muitos de nós praticam mais do que um desporto ou disciplina do ciclismo. Por exemplo, no meu caso, para além de praticar ciclismo e BTT com regularidade, desloco-me sempre que posso de bicicleta urbana e por vezes irrita-me ter de encontrar algo (vestuário, sapatos e vestuário) que se coadune com estas três disciplinas.

O capacete Quantum da Bontrager é um daqueles capacetes polivalentes que tanto ficam bem numa volta de All Mountain - sobretudo devido à sua proteção traseira mais saliente - mas também numa deslocação urbana.

Como está disponível em várias cores, como o preto, azul naval, branco e neste amarelo, pode agradar a estilos cromáticos díspares. No meu caso concreto, como dou prioridade à segurança nas deslocações na cidade, o amarelo foi a escolha preferida e quando estou nos trilhos - cada vez mais "povoados" não só de outros betetistas, mas também de caminhantes - usar algo com uma cor mais chamativa também ajuda a ser visto pelos demais, o que potencia a minha segurança.

IMG 4551
 

Como pormenores principais destaco a pala volumosa de plástico de elevada qualidade que não limita o campo de visão, o sistema de proteção MIPS - sobejamente conhecido de todos -, o sistema de aperto occipital com rotor BOA que pode ser ajustado apenas com uma mão e o conforto.

É daqueles capacetes que colocamos na cabeça e parece ter sido fabricado de propósito para o nosso perímetro. Aliás, o próprio ajuste das fitas, apesar de totalmente regulável, vinha de origem com o comprimento ideal e não tive de encurtar/alongar os limitadores laterais. 

Nem notamos que o usamos e isso deve-se não só às almofadas suaves (e laváveis), mas também ao rebordo bem desenhado, sem zonas de pressão. 

IMG 4552
 

A pala é amovível e na embalagem são fornecidas umas capas para tapar os buracos de fixação da mesma. Tem 14 entradas de ar, e embora aparente ser um valor reduzido, são volumosas e estrategicamente colocadas. E no interior do capacete, o sistema MIPS está colocado de tal forma que não prejudica a ventilação.

IMG 4553
 

No cômputo geral, gostámos do conforto, da ajustabilidade e da polivalência, mas ressalvamos a volumetria (quem prefere capacetes mais discretos e pouco volumosos é preferível ver outros modelos da Bontrager). 

FICHA TÉCNICA:

 

Arquivado em:

Teste: pack Bontrager Pro para reparação de furos

Relacionado

Teste: pack Bontrager Pro para reparação de furos

Teste kit de limpeza Bontrager

Relacionado

Teste kit de limpeza Bontrager

Teste exclusivo da nova Trek e-Caliber

Relacionado

Teste exclusivo da nova Trek e-Caliber

Teste capacete Trek Starvos

Relacionado

Teste capacete Trek Starvos

Os melhores videos