Teste capacete Scott Centric Plus Supersonic

A Scott melhorou este modelo, que agora é mais leve do que a versão anterior e mais ventilado devido à ampliação das aberturas e à eliminação da inserção de plástico MIPS.
Joaquín Calderón -
Teste capacete Scott Centric Plus Supersonic
Teste capacete Scott Centric Plus Supersonic

Se acompanhas as novidades da Scott, certamente reparaste na edição especial, denominada Supersonic, dos seus quadros Foil e Addict, e de acessórios - sapatos, capacete, óculos, vestuário... . na qual a decoração é a grande protagonista. Aproveitando as cores desta nova coleção, testámos o capacete Centric Plus, que a marca modificou.

O novo Centric Plus é mais leve do que a versão anterior - pesa agora 221g no tamanho M, enquanto a versão anterior pesava 247g reais, também no tamanho M -, e embora à primeira vista a parte dianteira pareça similar, a sua construção mudou consideravelmente. A zona frontal mantém as cinco aberturas longitudinais - agora mais largas - e as quatro laterais, duas de cada lado, que são maiores.

Na zona intermédia, que antes era fechada, agora encontramos três aberturas, sendo agora essa zona aplanada para compensar a aerodinâmica e a parte traseira é mais arredondada do que a anterior. Aliás, a parte traseira tem agora uma espécie de spoiler e as aberturas foram reduzidas de seis para quatro, embora agora sejam maiores e tenham sido adicionadas duas pequenas aberturas laterais. Estas modificações, além de reduzir o peso, também diminuem o volume do capacete (resolvendo assim um problema que, do nosso ponto de vista, diminuía a atratividade do modelo anterior).

No seu interior, as melhorias são notáveis, pois inclui a nova versão do sistema MIPS (proteção contra impactos rotacionais). A versão anterior introduziu esta tecnologia com uma aplicação de plástico, utilizada também por outras marcas, que se fixava ao chassis do capacete. Esta solução oferecia uma segurança notável, mas adicionava peso e piorava a ventilação nos dias mais quentes.

Teste capacete Scott Centric Plus Supersonic

O novo Centric Plus utiliza a nova versão da tecnologia MIPS integrada na estrutura do almofadado e tudo isto numa só peça que prescinde assim do elemento de plástico presente na versão anterior. No total, conta com 14 pequenas peças circulares unidas por velcro ao capacete que têm uma borracha por onde estas almofadas passam, conseguindo o mesmo efeito de mobilidade que a versão anterior, mas sem a aplicação de plástico.

As almofadas são muito finas, algo que durante o teste não prejudicou o conforto, mas é algo a ter em conta, sobretudo para aqueles que estão acostumados a modelos com esponjas mais volumosas. Como sempre, recomendamos experimentar primeiro antes de comprar, pois convém comprovar que assenta bem na cabeça, sem gerar pontos de pressão.

A Scott mantém o seu sistema de ajuste traseiro HALO, que pode ser colocado em três alturas diferentes, tendo modificado unicamente o rotor, que agora é maior e tem um tato estriado, para melhorar a manipulação. O sistema de ajuste das fitas, uma espécie de "T" que permite regular facilmente as duas que saem do capacete, também não mudou.

Com estas mudanças, o Centric Plus está melhor, mais ventilado e mais leve, convertendo-se numa das melhores opções à venda no mercado.

Teste capacete Scott Centric Plus Supersonic

SCOTT CENTRIC PLUS SUPERSONIC

Preço: 229,99 €

Peso: 221 g (tamanho M)

Tamanhos: S (51 a 55 cm), M (55 a 59 cm), L (59 a 61 cm)

Cores: Supersonic, branco, negro, vermelho, cinza prata, verde/púrpura, amarelo radium, nitro púrpura.

Distribuidor: Stand Jasma, www.jasma.pt

Site: www.scott-sports.com