comitium

Nacional de ciclocrosse: Mário Costa e Ana Santos coroados em Sangalhos

Mário Costa (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde) e Ana Santos (X-Sauce Factory Team) sagraram-se hoje campeões nacionais de ciclocrosse, em Sangalhos, numa corrida realizada em torno do Centro de Alto Rendimento de Anadia.

José Carlos Gomes

Nacional de ciclocrosse: Mário Costa e Ana Santos coroados em Sangalhos
Nacional de ciclocrosse: Mário Costa e Ana Santos coroados em Sangalhos

Disputado sem chuva, o Campeonato Nacional ficou marcado pela forte pluviosidade de véspera, com a pista endurecida pela lama e pelas poças de água acumulada. A corrida masculina iniciou-se com um trio em destaque, Mário Costa, Miguel Salgueiro (LA Alumínios-LA Sport) e Ricardo Marinheiro (Clube BTT Matosinhos).

Na terceira volta apenas Mário Costa e Miguel Salgueiro ficaram na frente de corrida. A partir daí assistiu-se a uma corrida muito tática entre ambos. Com acelerações de um e de outro e com momentos de estudo mútuo.

O duo chegou à fase final em condições de discutir a vitória. No entanto, na viragem para a penúltima curva, uma falha nos travões da bicicleta de Salgueiro levou o corredor a seguir em frente e a cair. Mário Costa manteve o foco na linha de meta e ganhou a competição, recuperando o título que já fora seu em 2018.

Nacional de ciclocrosse: Mário Costa e Ana Santos coroados em Sangalhos

 

“Foi um Campeonato Nacional muito disputado. Era de prever que assim fosse, por tratar-se de um circuito muito plano. Menos mal que choveu bastante ontem, o que tornou o percurso mais seletivo. Houve estudo mútuo nas diferentes partes do circuito, tentando perceber onde se poderia fazer a diferença. Acabei por ter a experiência suficiente para manter a calma e jogar as cartas no sítio certo. Fui feliz e estou satisfeito por voltar a vestir a camisola de campeão nacional de ciclocrosse, que era o mais importante", reconheceu Mário Costa.

Na sequência do acidente, a roda da frente da bicicleta de Miguel Salgueiro partiu-se, tendo o ciclista feito as últimas centenas de metros a correr, com a bicicleta ao ombro. Acabaria ultrapassado, já na reta da meta, por Vítor Santos (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde), que, com um esforço em progressão, ficou no segundo lugar, a 15 segundos. Miguel Salgueiro fechou o pódio, a 36 segundos.

Ana Santos dominou a corrida feminina desde o princípio, assumindo o comando a solo. Pedalou para um triunfo confortável, aumentando a vantagem sobre a concorrência volta atrás de volta, revelando um estado de forma superior, até porque no próximo domingo irá já competir já prova de XCO de classe HC, em Banyoles, Catalunha.

Nacional de ciclocrosse: Mário Costa e Ana Santos coroados em Sangalhos

 

No primeiro ano de sub-23, Ana Santos conquistou o terceiro título consecutivo de elite. Joana Monteiro (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde) foi a rival que deu mais luta, mantendo-se no segundo lugar ao longo de toda a corrida, terminando a 2m25s da vencedora. A terceira classificada, a 5m09s, foi Daniela Pereira (Clube BTT Matosinhos), graças à regularidade que lhe permitiu ultrapassar Mariana Líbano (Guilhabreu BTT) na disputa do lugar mais baixo do pódio.

“Vinha com o objetivo de dar o melhor de mim. Era importante ver em que condição me encontro, até porque já não corríamos há muito tempo. Dei o máximo ao longo de toda a prova, num circuito muito duro devido à lama. Foi excelente voltar à competição, no meu primeiro ano de sub-23. Será uma época em que pretendo ganhar experiência, fazendo o maior número possível de provas fora de Portugal para me adaptar ao ritmo internacional", afirmou a vencedora.

Arquivado em: