Gilbert e Rafa Valls abandonaram o Tour com fraturas

Philippe Gilbert voltou a fraturar a rótula e Rafa Valls partiu o fémur. Também foi notícia o abandono de John Degenkolb.
Agência EFE / Foto: Bettini -
Gilbert e Rafa Valls abandonaram o Tour com fraturas
Gilbert e Rafa Valls abandonaram o Tour com fraturas

O belga Philippe Gilbert (Verviers, 38 anos) foi obrigado a abandonar a Volta a França devido a uma fratura na rótula esquerda, fruto de uma queda na jornada de ontem.

Esta má notícia para a equipa Lotto Soudal foi acompanhada por outra novidade, a retirada de John Degenkolb, que também se lesionou na sua estreia no sábado.

Gilbert chegou à meta em Nice a 11 minutos do pelotão com a rótula fraturada, a mesma lesão que o obrigou ao abandono na Volta a França de 2018.

"Foi diagnosticado uma nova fratura. A boa notícia é que não se trata de uma fratura total com separação do osso. Temíamos que fosse algum problema relacionado com tendões ou ligamentos. O médico do hospital disse que ficarei inativo durante pelo menos duas a três semanas. Mas podia ser pior", assegurou Gilbert.

O chefe de fila da Lotto Soudal falou também do seu companheiro Degenkolb, que chegou à meta, apesar de uma dura queda.

"Tenho um grande respeito pelo que o John fez, ao terminar a etapa depois de uma dura queda e completar 65 km por sua conta, tendo chegado dois minutos fora de tempo. Mas isso não foi tido em conta pelos comissários. Com a chuva e todos os acidentes, ele merecia mais respeito e pelo menos deviam colocá-lo na classificação, embora depois não pudesse mesmo continuar. É inaceitável."

Por seu lado, Rafa Valls (Bahrain Merida), fraturou o fémur e foi operado ontem à noite num hospital em Nice. Valls foi um dos que caiu nos últimos 3 km da etapa de ontem.