Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

Começa este sábado em Nice a edição 107 da Volta a França, a qual será muito montanhosa e com uma decisiva crono escalada em La Planche des Belles Filles. Neste artigo mostramos o perfil das 21 etapas.
Carlos Pinto
Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França
Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

Prevista inicialmente de 27 de junho a 19 de julho, a 107ª edição da Volta a França teve de ser adiar dois meses devido à pandemia do coronavírus que colocou o mundo do avesso. No entanto, apesar de tanta incerteza, o Tour vai mesmo realizar-se. A partida será em Nice este sábado e a chegada será em Paris no dia 20 de setembro, após os ciclistas - incluindo o "nosso" Nelson Oliveira - percorrerem 3.470 km divididos em 21 etapas com muita montanha e pouco contrarrelógio.

De facto, é a primeira vez na história moderna da prova - desde os anos 40, após a Segunda Guerra Mundial - que não haverá nenhum contrarrelógio individual plano. Haverá uma crono escalada em La Planche des Belles Filles e que se prevê ser decisiva para as contas da geral, pois ocorre na penúltima etapa. Essa crono escalada terá 36,2 km, os primeiros 30 planos e depois uns exigentes 5,9 km a 8,5%. Aliás, esta zona já acolheu final de etapa por quatro ocasiões nos últimos anos, com vitórias de Frome (2012), Nibali (2014), Aru (2016) e Dylan Teuns em 2019.

A prova francesa terá 9 jornadas planas, três de média montanha, oito de montanha - com quatro chegadas em alto -, e a referida crono escalada.

UM PERCURSO ATÍPICO

A Volta a França deste ano começa em Nice, onde decorrerão as duas primeiras etapas, e após atravessar os cinco maciços do país (Alpes, Central, Pireneus, Jura e Vosgos) acabará nos Campos Elísios, em Paris. A prova começará com uma dureza maior do que o habital (aliás, tal como a Volta a Portugal deste ano), com subidas exigentes em cinco das dez primeiras etapas.

A primeira terá um traçado plano, ideal para uma chegada em pelotão, mas a segunda jornada já será em montanha, numa etapa que inclui as subidas a Colmiane (16,3 km a 6,3%), Turini (14,9 km a 7,4%) e a subida final ao Col d’Eze (7,8 km a 6.1%), a 33 km da meta. Uma etapa que pode marcar as primeiras diferenças na geral. E na 4ª etapa chegará o primeiro final em alto, em Orcières-Merlette, após uma ascensão de 7,1 km a cerca de 6,7% de média.

1ª etapa. 29-Agosto. Nice - Nice (156 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

2ª etapa. 30-Agosto. Nice - Nice (186 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

3ª etapa. 31-Agosto. Nice - Sisteron (198 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

4ª etapa. 1-Setembro. Sisteron - Orcières-Merlette (160,5 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

5ª etapa. 2-Setembro. Gap - Privas (183 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

O pelotão dirige-se nesta fase para o Maciço Central, com uma inédita chegada em Mont Aigoual (8,3 km a 4%, com a subida prévia ao Col de la Lusette, ou seja, 11,7 km a 7,3%), antes de embrenharem nos Pireneus, onde não haverá chegadas em alto, embora inclua duas jornadas muito duras: a 8ª (com as subidas a Menté, Port de Balès, 11,7 km a 7,7%, e Peyresorude, 9,7 km a 7,8%), e a 9ª, com o Col de la Hourcère (11,1km a 8,8%) e Marie-Blanque (7,7 km a 8,6%) como principais dificuldades.

6ª etapa. 3-Setembro. Le Teil - Mont Aigoual (191 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

7ª etapa. 4-Setembro. Millau-Lavaur (168 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

8ª etapa. 5-Setembro. Cazères-sur-Garonne - Loudenvielle (141 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

9ª etapa. 6-Setembro. Pau - Laruns (153 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

A corrida seguirá em direção a norte, rumo à costa atlântica, com uma primeira jornada de descanso (na segunda feira, dia 7 de setembro) e uma vistosa etapa entre as ilhas de Oléron e Ré, onde o vento pode converter-se no protagonista do dia. Rumo a Este, haverá duas etapas de transição e uma nova passagem pelo Maciço Central para conhecer as subidas de Puy Mary (5,4 km a 8,1%), meta da 13ª etapa, antes de entrarem em Jura, para subir o exigente Grand Colombier na 15ª etapa (17,4 km a 7,1%), que pela primeira vez acolherá uma chegada do Tour.

10ª etapa. 8-Setembro. Ile d'Oleron - Ile de Ré (168,5 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

11ª etapa. 9-Setembro. Châtelaillon-Plage - Poitiers (167,5 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

12ª etapa. 10-Setembro. Chauvigny - Sarran (218 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

13ª etapa. 11-Setembro. Châtel-Guyon – Puy Mary (191,5 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

14ª etapa. 12-Setembro. Clermont Ferrand - Lyon (194 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

15ª etapa. 13-Setembro. Lyon - Grand Colombier (174,5 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

Após o segundo dia de descanso (segunda feira, dia 14 de setembro), chegam três duras etapas alpinas (da 16ª à 18ª), destacando-se a 17ª, na qual os ciclistas subirão dois colossos como o Col de la Madeleine (17,1 km a 8,4%) e o Col de la Loze (21,5 km a 7,8%), cuja subida será feita por uma estrada recentemente asfaltada e que, segundo as palavras de Prudhomme, diretor da prova, "é diferente de tudo o que existiu até agora no Tour". A 18ª etapa (Méribel - La Roche-sur-Foron) não é menos exigente, com 4.000 metros de desnível e cinco subidas (Cornet de Roselend, Saisies, Aravis, Plateau des Gilières e Fleuries), no entanto não terá final em alto.

16ª etapa. 15-Setembro. La Tour-du-Pin - Villard-de-Lans (164 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

17ª etapa. 16-Setembro. Grenoble - Méribel (170 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

18ª etapa. 17-Setembro. Méribel - La Roche-sur-Foron (175 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

19ª etapa. 18-Setembro. Bourg-en-Bresse - Champagnole (166,5 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

A luta pela classificação geral terá de passar ainda por mais um desafio: os 36 km da crono escalada entre Lure e La Planche des Belles Filles. A primeira parte é plana, ideal para especialistas como Nelson Oliveira, a segunda parte será um falso plano e a última será bastante dura com uma subida de quase 6 km com uma pendente média de 8,5%. As limitações logísticas impediram a ASO de acrescentar um último quilómetro em terra (o qual foi subido pelos ciclistas o ano passado), mas isso não retira o carácter decisivo de uma etapa que promete manter o suspense até final. Após esta etapa, só restará um passeio triunfal, com homenagem aos melhores, pelos Campos Elíseos de Paris.

20ª etapa. 19-Setembro. Lure - Planche des Belles Filles (36,2 km CRI)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França

21ª etapa. 20-Setembro. Mantes-la-Jolie - París (122 km)

Exclusivo: percurso e etapas da Volta a França