ACM apresentou o calendário de eventos 2020

No ano de 2020, a Associação de Ciclismo do Minho promoverá mais de 40 provas das diversas vertentes de ciclismo, às quais acrescem cerca de meia centena de atividades de “Ciclismo para Todos” (BTT e Ciclismo de Estrada).
Carlos Pinto
ACM apresentou o calendário de eventos 2020
ACM apresentou o calendário de eventos 2020

A organização dos Campeonatos Nacionais de Downhill e de Enduro são as grandes novidades do calendário desportivo da Associação de Ciclismo do Minho (ACM) que apresenta ainda como ponto alto o Grande Prémio do Minho - em que Melgaço voltará a assumir um papel de destaque –, os Campeonatos do Minho das diversas vertentes do ciclismo, provas da Taça de Portugal e o Passeio de Bicicleta Dia Um de Portugal para a vertente de lazer.

Os principais palcos das atividades de 2020 serão os concelhos de Amares, Arcos de Valdevez, Barcelos, Braga, Fafe, Guimarães, Melgaço, Paços Ferreira, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Viana do Castelo, Vieira do Minho, Vila Nova de Famalicão e as localidades de Armil e Golães (Fafe), Gondar e Penha (Guimarães), Palmeira (Braga), Porto de Ave (Póvoa de Lanhoso), Pousada de Saramagos (Vila Nova de Famalicão), Prozelo (Arcos de Valdevez), Rendufe (Amares), Roriz (Barcelos), Santa Marta de Portuzêlo, Barroselas e Vila Franca (Viana do Castelo), Merufe (Monção).

Com uma gestão rigorosa e equilibrada promovemos em 2020 um calendário desportivo que corresponda aos anseios dos clubes e atletas e que contribua para a expansão e consolidação da modalidade”, explicou José Luís Ribeiro, Presidente da Associação de Ciclismo do Minho, a maior associação regional de ciclismo do País. “Em 2019 tivemos uma época de exceção, marcante e das mais desafiantes e exigentes para a ACM pois organizamos, na comemoração dos 120 anos da Federação Portuguesa de Ciclismo e com assinalável êxito, não apenas os Nacionais de Cross Country em Guimarães, mas também os Nacionais de Ciclismo de Estrada para Elites e Sub 23 em Melgaço, o Grande Prémio do Minho, os Campeonatos do Minho e provas da Taça de Portugal de ciclismo de estrada, BTT e Ciclocrosse e ainda atividades de lazer como o Passeio de Bicicleta Dia Um de Portugal”, lembrou José Luís Ribeiro, Presidente da ACM.

De acordo com o dirigente minhoto, em 2020 a ACM procurará “consolidar as ações de promoção e regulamentação do ciclismo e reforçar a promoção da modalidade e da utilização da bicicleta como opção de prática desportiva (lazer e competição) e de mobilidade sustentável”. Além da “melhoria das condições de realização das atividades”, a ACM promoverá diligências visando a obtenção de soluções mais justas e adequadas em termos de policiamento de atividades de ciclismo, pela implementação de ações e medidas que reconheçam e valorizem o papel dos dirigentes desportivos e pela adoção de medidas que visem a obrigatoriedade de todos os eventos desportivos serem oficializados pelas federações detentoras do Estatuto de Utilidade Pública Desportiva.

Num ano em que a ACM promete continuar a ser uma voz ativa na defesa do ciclismo, a exigir para a modalidade um tratamento equitativo por parte dos organismos e entidades oficiais e a defender o reforço dos apoios ao ciclismo regional e de formação, destaca-se do calendário de 2020 o grande número de provas destinada às categorias de formação. Neste particular, realça-se o Encontro Inter-Regional de Escolas de Ciclismo, a Prova de Abertura de Juniores e as provas da Taça de Portugal de Juniores e Cadetes, em ciclismo de estrada.

A ACM volta a merecer a confiança da Federação Portuguesa de Ciclismo e receberá, além dos Nacionais de DHI e Enduro, três provas da Taça de Portugal: de BTT (XCO Vila Franca, 8 de março), XCM (6.ª Maratona de BTT Vila de Melgaço, 22 de março) e ainda a Taça de Portugal de Paraciclismo em ciclismo de estrada a realizar aquando do 22.º Prémio Viana do Castelo Fica no Coração / Encontro Inter-Regional Escolas Ciclismo (23 de maio).

A época desportiva de 2020 da ACM, cuja calendário está disponível em www.acm.pt, arranca a 16 de fevereiro com a realização da Maratona BTT Ponte da Barca, primeira etapa do Campeonato do Minho de BTT XCM – Discover Melgaço. O Campeonato do Minho de XCM possegue com a 5.ª Maratona BTT Vila de Melgaço (22 de março), pontuável para a Taça de Portugal, Maratona em Merufe / Monção (5 de abril) e a 6.ª Maratona de BTT Paredes de Coura (24 de maio).

O Campeonato do Minho de BTT XCO – POPP Design, destinado a todas as categorias, conta em 2020 com sete provas. O campeonato minhoto de Cross Country Olímpico arranca a 1 de março com o 6º BTT XCO de Melgaço, prova que também atribuirá os títulos nacionais universitários. Depois do XCO de Vila Franca / Taça de Portugal (8 março), o Campeonato do Minho de XCO prossegue com o 2º BTT XCO Trilhos Cónegos (3 de maio), 23º BTT XCO CNE – Gondar Jovem/Taça Manuel Abreu (31 de maio), 4º BTT XCO Tesouros do Ave (28 de junho), 22º BTT XCO ACRAP (6 setembro) e o 9º BTT XCO Paredes de Coura (20 de setembro).

Na vertente de Downhill, o Campeonato do Minho de DHI – Cision conta este ano com cinco provas, entre elas a novidade do 1.º BTT DHI Paredes de Coura a disputar na pista de Insalde. O Minho recebe ainda o Campeonato Nacional de DHI, prova agendada para 5 julho, cujo local de realização ainda está por confirmar, apesar da forte possibilidade de ser em Guimarães. O Campeonato do Minho de DHI - Cision inicia-se em Armil (5 de abril) com a disputa do 19º BTT DHI Freguesia de Armil – Fafe, estando ainda agendadas as seguintes competições: 1º BTT DHI Paredes de Coura (14 de junho), 3.º BTT DHI Capital do Móvel - Paços de Ferreira (19 de julho), 11.º BTT DHI Penha - Guimarães (6 de setembro) e o 21.º BTT DHI - ACRAP / Arcos de Valdevez (4 de outubro). Para o dia 12 de julho está agendado o 5.º BTT DHU Paredes de Coura e em breve será anunciada a data de realização do Guimarães Mountain Bike Fest. O Campeonato Nacional de Enduro será disputada nos dias 26 e 27 de setembro em Terras de Bouro.

O calendário de ciclismo de estrada, para todos os escalões etários, arrancará a 7 de março, em Fafe, com o Prémio Cidade de Fafe, prova de Abertura - Zona A de juniores e pontuável para a Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã. Igualmente para o escalão de juniores, o Prémio de Ciclismo de Barroselas realiza-se a 8 de março, dia em que também será disputado o 2.º Grande Prémio Alto Minho (Cycling Challenge). O Prémio Freguesia de Golães – Troféu José Martins, prova de Cadetes pontuável para a Taça de Portugal, está previsto para o dia 25 abril.

O 18.º Circuito de Palmeira - Prémio Peixoto Alves (Taça de Portugal de Juniores e o Campeonato do Minho de Estrada – Arrecadações da Quintã) será disputado a 2 de maio, seguindo-se o 23.º Prémio Viana do Castelo Fica no Coração (Encontro Inter-Regional Escolas de Ciclismo e Taça de Portugal de Paraciclismo) a 23 de maio. Ainda em maio, nos dias 16 e 17, Arcos de Valdevez será palco dos Campeonatos do Minho de Elites Amadoras e Masters (Contrarrelógio e Fundo).

Junho será um mês repleto de provas de ciclismo de estrada. No dia 7, em Barcelos, realiza-se o 2.º Prémio de Ciclismo HM Motor (juniores), seguindo-se o 18.º Prémio ACR Roriz (escolas, cadetes e juniores) no dia 13 e o 64.º Circuito de Santo António (juniores) o dia 14. Para 11 de julho está previsto o Prémio de Ciclismo Festas do Concelho de Fafe (juniores), disputando no dia a seguir o 35.º Prémio Cidade de Barcelos (escolas, cadetes e juniores). O 32.º Grande Prémio do Minho (juniores) disputa-se entre 24 e 26 de julho sendo uma certeza que Melgaço será um dos concelhos que assumirá destaque no decurso da competição.

Em agosto, o 19.º Prémio de Ciclismo de Rendufe realiza-se no dia 8 e o 45.º Circuito de Santa Marta de Portuzelo está marcado para 15 de agosto, ambas as atividades para os escalões de (escolas, cadetes e juniores).

Para setembro está previsto o tradicional Prémio “Fafe - Sala de Visitas do Minho” (dia 12, escolas e cadetes), o 13.º Troféu Carlos Carvalho (dia 13, escolas, cadetes, juniores, elites amadoras e master) e o Grande Prémio RS Bikes (dia 19, cadetes e juniores).

O “Ciclismo para Todos”, nas vertentes de estrada/cicloturismo e de BTT, continuará a merecer em 2020 a atenção da Associação de Ciclismo do Minho, estando prevista a realização de cerca de meia centena de atividades. A 12ª edição do Passeio de Bicicleta Dia Um de Portugal – a grande festa do ciclismo de lazer do Minho – será realizada como habitualmente em Guimarães no dia 24 de junho. No âmbito do ciclismo de lazer, em outubro realiza-se o 7º Passeio ‘Pedalar Pela Igualdade’, em Guimarães, o 9º Passeio de BTT Arcobike, em Arco de Baúlhe. Destaque ainda para o XI Bike Tour Tiago Machado, a realizar em Vila Nova de Famalicão em data a indicar, que voltará a assumir uma componente solidária. Do calendário fazem ainda parte o 6º Passeio de BTT de São Martinho – Medelo (Fafe) e o 6º Passeio de BTT Roda Regadas (Fafe). A 12ª Gala de Encerramento da Época Desportiva de 2020 será realizada no dia 21 de novembro.