Já há um calendário para a retoma do ciclismo profissional em Portugal

As próximas semanas vão, ao que tudo indica, estar repletas de ciclismo. O parecer da DGS acerca do plano de retoma da modalidade foi aprovado e tudo está encaminhado.
Carlos Pinto e FPC -
Já há um calendário para a retoma do ciclismo profissional em Portugal
Já há um calendário para a retoma do ciclismo profissional em Portugal

O documento apresentado pela Federação Portuguesa de Ciclismo à DGS enquadra a forma de realizar a Volta a Portugal em condições de segurança sanitária. Será com base nas diretrizes ali traçadas que também serão organizadas as restantes provas.

Ao que tudo indica, as equipas serão testadas antes do início da competição e os médicos responsáveis por cada equipa terão de controlar os ciclistas. Caso algum demonstre sintomas terá de ser isolado. Quanto às equipas estrangeiras participantes na Volta a Portugal, não está previsto nenhum período de quarentena, contudo caso haja suspeita de algum atleta infetado serão tomadas as medidas preconizadas pela DGS.

Ainda relativamente às equipas, deverá ser assegurado o devido isolamento face aos restantes elementos e restantes equipas. A ideia é que cada equipa seja uma espécie de bolha, evitando contactos externos, mesmo nos hoteis. Ao nível do público não serão autorizados aglomerados com mais de 20 pessoas.

A Federação Portuguesa de Ciclismo planeia iniciar a retoma pelo ciclismo profissional, tendo previsto o seguinte calendário para as próximas semanas:

5 de julho: Prova de Reabertura - Taça de Portugal Jogos Santa Casa (contrarrelógio individual), CAR Anadia

11 e 12 de julho: Challenge Memorial Bruno Neves (duas provas de um dia), Oliveira de Azeméis

18 a 20 de julho: Grande Prémio Internacional de Torres Vedras - Troféu Joaquim Agostinho

29 de julho a 9 de agosto: Volta a Portugal em Bicicleta

21 a 23 de agosto: Campeonato Nacional de Estrada, Paredes