Estado de emergência: o que é que isso implica?

A declaração do Estado de Emergência tem algumas implicações na nossa vida de ciclistas e betetistas.
Carlos Pinto
Estado de emergência: o que é que isso implica?
Estado de emergência: o que é que isso implica?

Muitos nos têm perguntado se com a entrada em vigor do Estado de Emergência podem continuar a pedalar. A resposta é sim, mas deixamos algumas ressalvas. Segundo as normativas, é possível fazer atividade física - portanto ciclismo e BTT -, contudo deve ser de curta duração e não pode ser em grupo. Isto é, podes ir com um colega, mais do que isso não.

Vários profissionais perguntaram-nos o mesmo. Sendo um ciclista profissional que não pode adotar o teletrabalho, pode continuar a treinar no exterior, mas deve-se fazer acompanhar dos respetivos documentos de identificação (cartão de cidadão, seguro e algum documento que comprove o seu vínculo laboral com a entidade empregadora/equipa), caso seja interpelado pelas autoridades.

Contudo, existem dois pontos a ter em conta e que são muito importantes: tanto os amadores como os profissionais devem, antes sequer de sair para a rua, confirmar se o seu contrato de seguro inclui alguma cláusula que delibere a nulidade do mesmo em caso de adoção do estado de emergência ou alerta. Caso tenha essa cláusula aconselhamos fortemente a não sair.

Também recomendamos a sair unicamente se for de extrema necessidade, a escolher zonas isoladas, a não conviver com outras pessoas (ou pelo menos a manter uma margem de dois metros das outras pessoas), a escolher zonas sem dificuldades técnicas, a ter cuidados redobrados, sobretudo nas descidas, a adotar iluminação diurna e roupa refletora, a não usar auriculares e a evitar parar em zonas potencialmente com mais movimento.

Por uma questão de saúde pública, todos nós devemos resguardar-nos, mas isso não quer dizer que não possamos sair um pouco para pedalar (atividade física de curta duração), segundo o Governo. Mas devemos, isso sim, protegermo-nos, proteger os nossos e proteger a comunidade em geral. E com a chuva que se faz sentir, fazer rolos em casa pode muito bem ser a opção mais válida.