Canyon sofreu um ciberataque

Uma organização criminosa especializada em ataques a empresas conseguiu penetrar no sistema informático da marca alemã. O ataque foi identificado e neutralizado, não tendo afetado o site da marca.
Carlos Pinto
Canyon sofreu um ciberataque
Canyon sofreu um ciberataque

Pouco antes da mudança de ano, a Canyon sofreu um ataque informático perpretado por um grupo informático organizado especializado em atacar empresas. Os criminosos conseguiram penetrar no sistema informático da empresa, cujo software e servidores foram encriptados. O site www.canyon.com não foi afetado e continua a funcionar normalmente, bem como as encomendas. Este ataque foi identificado e anulado, tendo sido comunicado à Polícia de Koblenz e ao Departamento de Investigação Criminal local bem como ao Comissariado Estatal para a Proteção de Dados alemão. Foram tomadas de imediato medidas para assegurar a proteção de todos os dados e do software de gestão.

"O ataque mostra uma clara intenção criminosa", declarou o fundador e CEO da Canyon, Roman Arnold. "Como o nosso sistema informático está encriptado, a infraestrutura, o trabalho e os processos empresariais foram temporariamente afetados de forma massiva. O nosso escritório em Koblenz foi diretamente afetado, tal como todas as nossas subsidiárias nos vários países em que operamos, com exceção da nossa empresa nos Estados Unidos da América, que utiliza um sistema informático próprio. Infelizmente, esperamos alguns atrasos no contato com o cliente e com as entregas nos próximos dias. Estamos a fazer tudo ao nosso alcance para manter o impacto desta situação o mais baixo possível e voltar à normalidade o mais rápido possível. Lamentamos muito este incidente e pedimos desculpa, porque a Canyon atualmente não consegue oferecer o seu standard habitual de serviço".