7 Conselhos para viajar de avião com a tua bicicleta

Quer seja para participar numa prova internacional ou simplesmente por lazer, não deixes de seguir estes conselhos pois corres o risco de chegar ao destino com a bicicleta em muito mau estado.
BIKE -
7 Conselhos para viajar de avião com a tua bicicleta
7 Conselhos para viajar de avião com a tua bicicleta

1 - É importante consultar as condições de cada companhia aérea antes de comprar o bilhete, pois existe a possibilidade de não ser possível transportar a bicicleta ou ser necessário pagar uma taxa adicional. Por esse mesmo motivo temos de avisar a companhia aérea de que vamos levar uma bicicleta.

2 - Chega ao aeroporto com muita antecedência. Terás de fazer o check-in à parte da bicicleta na zona das mercadorias especiais (oversize), para além de que depois terás de ir para a fila para fazer o check-in normal da tua bagagem de porão. Não tenhas pressa para sair do aeroporto quando chegares ao destino, pois seguramente será das últimas coisas a chegar à zona dos passageiros. Em alguns casos tivemos de esperar pelo menos meia hora a mais!

3 - Retira os pedais e desmonta o desviador traseiro, a não ser que a tua mala de transporte tenha proteções ou compartimentos específicos para isolá-los. Um pouco daquelas folhas de plástico com bolhas serve perfeitamente para envolver estes componentes e evitar que danifiquem a bicicleta. Para além disso, protege as manetes de bloqueio das suspensões, suporte de GPS, etc.

4 - Certifica-te de que a corrente fica fixa com uma abraçadeira (ziptie), mesmo se usares uma mala rígida. Assim evitarás que ela rode e roce no quadro ou noutro componente.

5 - Por falar em abraçadeiras, como temos de cortá-las, não te esqueças de levar uma navalha ou um alicate dentro da mala. Nem penses em levar na bagagem de mão pois fica logo confiscada. Se colocaste a tua bicicleta dentro de uma caixa de cartão, não te esqueças de levar fita de embalar extra para a viagem de regresso. E não te esqueças de colocar o teu nome e nº de telemóvel na caixa/mala da bicicleta. 

6 - O teu pulsómetro/gps, luzes, medidor de potência... é melhor levares na tua bagagem de mão.

7 - Não conhecemos ninguém a quem as rodas tenham explodido no porão de um avião (zona não pressurizada), mas também não custa nada esvaziar os pneus. Não os esvazies totalmente para evitar danificar os flancos. Há também quem retire o ar das suspensões, amortecedores e espigões telescópicos. As rodas dos aviões têm nitrogénio seco, um grande compensador da pressão e da temperatura e por alguma razão o fazem... Pelo mesmo motivo, não leves bidões de água cheios junto à bicicleta.