16 truques para as tuas voltas noturnas

No Verão apetece andar de bicicleta ao fim da tarde e à noite, pois geralmente está mais fresco. Equipa-te com um kit de luzes e segue estes conselhos pois tornarão mais seguras e divertidas as tuas voltas noturnas.
Revista BIKE -
16 truques para as tuas voltas noturnas
16 truques para as tuas voltas noturnas

Tanto no Verão pelo calor intenso, como no Inverno, pelas poucas horas de luz e as longas jornadas de trabalho, por vezes vemo-nos forçados a andar de bicicleta à noite. Basicamente o conceito é o mesmo, embora haja alguns conselhos bastante simples que podemos seguir para que a nossa volta seja mais cómoda e segura. 

1 Levas o que a lei exige?

Antes de mais, tem em conta que a normativa europeia atual obriga à utilização de uma luz dianteira de cor branca e uma traseira de cor vermelha. E se circulares em zonas urbanas, tens obrigatoriamente de ter um documento de identificação, bem como é recomendável usar alguma peça de vestuário refletora.

2 As luzes

Escolhe o modelo que se ajuste às tuas necessidades, pois se apenas vais dar um passeio de uma hora não precisas de levar luzes com baterias externas nem equipamentos muito sofisticados. Para que te possas orientar, uma luz com 700 lúmens é mais do que suficiente para pedalar de noite a um ritmo moderado.  

300 lumens

700 lumens

Nas imagens anteriores podes comparar a potência de um foco com 300 lúmens e outro com 700. 

3 É melhor duas do que uma

Para além do foco colocado no guiador, é recomendável levar um foco frontal no capacete. O mesmo servirá para iluminar a zona para onde estiveres a olhar e, por exemplo, será muito útil se tiveres uma avaria.  

4 Intermitente

Se circulares em alguma estrada, colocar a luz traseira no modo intermitente chama muito mais a atenção aos condutores do que a luz em modo constante.  

5 Apaga a traseira

Se fores pedalar em grupo, e tens algum companheiro atrás, apaga a luz traseira para não prejudicares a sua visão.  

6 Bateria dupla

Se tiveres essa opção, leva baterias/pilhas de substituição. Afinal, nunca se sabe o que pode vir a acontecer.  

7 Usa a cabeça

Algumas luzes dianteiras iluminam mais do que as de um automóvel, e quando entramos numa estrada dentro de uma cidade, se nos esquecermos de baixar a intensidade ou o ângulo, podemos encadear os condutores que circulam no lado oposto e provocar situações perigosas. Por isso, não te esqueças de baixar a luz.  

8 Usa óculos... sempre!

É um erro colossal não usar óculos à noite. Os insectos aproximam-se da luz e dos teus olhos, por isso usa lentes transparentes para os proteger. 

9 Fecha a boca!

Não é nenhum segredo que os insectos são atraídos pela luz, por isso é normal que à noite andem à volta da luz do teu capacete, sobretudo se estiveres parado. Mantém-te alerta, não voltes a casa com proteínas extra no estômago! 

10 Modera a velocidade

Por dois motivos: primeiro, por segurança, pois as luzes iluminam a superfície das pedras, mas deixam sombras atrás destas, impedindo que vejamos bem o verdadeiro relevo do terreno. A segunda é por respeito. Muitos animais e insectos noturnos deambulam pela noite fora em busca de comida e podemos surpreendê-los no caminho. No Estádio Nacional (Oeiras, Jamor) e em Monsanto, por exemplo, é frequente termos "encontros imediatos" com coelhos.  

11 Arrefecimento

A temperatura pode cair drasticamente, sobretudo se a volta for longa e nos aproximarmos do amanhecer (precisamente quando arrefece mais). Pelo menos, leva um casaco leve ou manguitos dentro do bolso ou mochila.  

12 Chama a atenção

Vestir roupa escura não é uma boa opção. Se vais andar em zonas de asfalto com algum trânsito, utiliza peças de vestuário vistosas ou com pontos refletores. Quanto mais visível estiveres, mais seguro estarás.  

13 Planifica a tua volta

À noite não vamos encontrar nenhum pedestre que nos possa informar qual é a fonte de água mais próxima ou o café com o melhor pastel de nata. Por isso, se vais descobrir trilhos novos, tenta planificar ao máximo, tendo em conta a duração das baterias das tuas luzes. Afinal de contas, não queres ficar sem luzes no meio da serra, pois não? 

14 Prepara um GPS

Se não conheces a volta que vais fazer, leva pelo menos um GPS. À noite, "todos os gatos são pardos" e perde-se facilmente a orientação e as referências. 

15 Telemóvel

Parece óbvio, mas ainda há quem se esqueça dele em casa. O telemóvel pode safar-nos de entrarmos em apuros. E se tiveres pouca bateria tenta apagar as aplicações que realmente não precises para a conservar.  

16 É preferível ir em grupo

O ideal é não andar sozinho. Em grupo é mais divertido e tens a ajuda dos teus companheiros em caso de necessidade ou queda. Se fores sozinho, informa em casa qual vai ser a volta que vais fazer, o tempo que vais demorar, e não faças mudanças de última hora no trajeto. 


Poderás conhecer mais dicas e truques exclusivos nas revistas BIKE, Ciclismo a fundo e eBIKE. Procura nas melhores papelarias e gasolineiras. Se preferires as edições digitais, clica na respetiva revista: BIKE, Ciclismo a fundo, eBIKE

eBike | Número 8 DigitalBIKE Portugal | Número 7 2019 DigitalCiclismo a Fundo PORTUGAL | Número 3 2019 Digital