comitium

5 coisas que deves fazer agora na tua bicicleta

Se durante todo o ano não tens tempo, agora chegou a oportunidade ideal para rever alguns pontos na tua bicicleta.

Miguel Lorenzo

5 coisas que deves fazer agora na tua bicicleta
5 coisas que deves fazer agora na tua bicicleta

A manutenção da bicicleta tem tarefas rotineiras que, por mais frequentes que sejam, passam despercebidas: limpar e lubrificar a corrente, rever a pressão dos pneus... são coisas que normalmente fazemos sem darmos por isso. Contudo, a nossa bicicleta possui componentes que se avariam por descuido nosso. E quando a avaria é de tal forma grave, por vezes não há mesmo solução a não ser ir para o lixo. Por vezes só notamos que temos algo desapertado quando apanhamos um susto. Neste artigo abordamos precisamente este assunto, por isso logo que possas, revê estes cinco pontos na tua bicicleta:

1 - REAPERTAR A CASSETE

reapertar a cassete
 

Isto certamente já aconteceu a muitos: em plena volta de bicicleta, um som metálico na roda traseira chama a atenção. Ao parar e começar a procurar o motivo do ruído, reparamos que o barulho vem dos carretos da cassete, que estão completamente desapertados. Ao desmontar a roda, comprovamos que a tampa de rosca que mantém os carretos presos estava solta e o pior é que nos trilhos ninguém costuma ter a ferramenta necessária para apertar convenientemente esta peça. Portanto, toca a voltar rápido para casa. 

Embora o sistema de bloqueio (tanto o Shimano HG como o SRAM XD) tenha uma rosca num sentido próprio para evitar que a pedalada afrouxe o aperto, as vibrações e o uso continuado podem afrouxar a tampa. Por isso, comprova que tudo está bem apertado. A ferramenta necessária não é cara e vale a pena tê-la à mão - mesmo que tenhas de a pedir emprestada a um amigo. Podes aproveitar esta revisão para desmontar a cassete e limpar bem cada carreto. 

2 - APERTAR OS PARAFUSOS DO DISCO DE TRAVÃO

apertar os parafusos do disco de travão
 

Não nos referimos apenas aos parafusos dos discos (se tiveres o sistema Center Lock verifica se a tampa de rosca está bem apertada), mas também aos do avanço, guiador, pedaleiro, grades de bidon, selim, etc. Os discos de travão estão sujeitos a muita vibração, por isso devem ser revistos de vez em quando.

3 - REPÔR LÍQUIDO NOS PNEUS TUBELESS

REPOR LÍQUIDO NOS PNEUS tubeless
 

O sistema tubeless necessita de líquido selante no seu interior, pois é isso que garante que o sistema fica bem selado, reparando automaticamente os furos. Com a passagem do tempo, este líquido vai perdendo as suas propriedades e vai secando, por isso recomendamos mudá-lo a cada 4 ou 5 meses (depende da temperatura, da utilização, etc). Lembras-te quando é que o mudaste na última vez? Se não te lembras, deve estar na hora...

4 - CONFIRMAR SE HÁ ALGUM RAIO PARTIDO

confirmar se há algum raio partido
 

Especialmente na roda traseira, pois é a que sofre mais carga. Hoje em dia é mais difícil detetar se uma roda está descentrada, pois usamos travões de disco e não travões V-brake ou cantilevers. E se formos capazes de evitar que um raio fique desapertado muito tempo, evitaremos que a tensão fique desajustada, o que pode levar a que esse raio se parta em andamento, colocando em risco a integridade de toda a roda. Por isso, é essencial ter uma chave de raios na nossa caixa de ferramentas. 

5 - REVER AS PASTILHAS DE TRAVÃO

rever as pastilhas de travão
 

Não esperes que o desgaste seja excessivo, porque podes começar a desgastar o disco e ficar de repente sem travões, caso as pastilhas se desintegrem. Confirma o estado atual das pastilhas, e se estiverem perto do nível mínimo recomendado compra (ou encomenda) logo umas novas para teres a certeza de que chegam a tempo. 

ALÉM, DISSO, NÃO DESCURES...

OS APERTOS DA RODA

APERTOS DA RODA
 

Por vezes, depois de transportarmos as rodas dentro do carro, ao voltarmos a montá-las na bicicleta esquecemo-nos de as apertar devidamente (ou porque estamos a conversar com alguém ou porque estamos literalmente a pensar "na morte da bezerra". Temos sempre de comprovar o aperto das rodas e no caso dos sistemas de eixo passante, há modelos que requerem um reaperto mais exigente devido a uma calha de engate do veio. 

MEDIR O DESGASTE DA CORRENTE

medir o desgaste da corrente
 

As correntes vão esticando e têm uma duração limitada, que pode rondar os 2.000 km, mas isto depende das condições de utilização. Com um medidor de corrente consegues comprovar se está na altura de substituir. Se prolongares a utilização da corrente para além do indicado no medidor, poderás ter mais encargos, como a substituição da cassete. 

REVER A PRESSÃO DAS SUSPENSÕES
rever a pressão das suspensões
 

Como a suspensão e o amortecedor vão perdendo pressão, não darás conta e chegará uma altura em que não estarás a utilizar toda a potencialidade do sistema de amortecimento, alterando, inclusive, a geometria da bicicleta e o seu comportamento. Confirmar o SAG deve ser uma tarefa periódica. 

REVER O CONTEÚDO DA BOLSA DE SELIM OU MOCHILA

rever o conteúdo da bolsa de selim ou mochila
 

É frequente esquecermo-nos de repôr alguma cãmara de ar furada, elo da corrente ou botijas de CO2 depois de um problema mecânico. Por isso, aproveita agora para analisar o conteúdo da tua mochila ou bolsa de selim e confirma se tens desmontas em condições, câmara de ar, botijas, adaptador, etc. Mais vale prevenir do que remediar. 

Arquivado em:

Vais voltar a pedalar? Revê a pressão das tuas rodas e da suspensão/amortecedor

Relacionado

Vais voltar a pedalar? Revê a pressão das tuas rodas e da suspensão/amortecedor

Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante

Relacionado

Vais recomeçar a pedalar? Revê o líquido selante

Vais deixar a tua bicicleta parada algum tempo? Antes de o fazeres lê estas dicas

Relacionado

Vais deixar a tua bicicleta parada algum tempo? Antes de o fazeres lê estas dicas

Vais comprar uns óculos com lentes fotocromáticas? Lê este artigo

Relacionado

Vais comprar uns óculos com lentes fotocromáticas? Lê este artigo

Treino: clarificamos alguns mitos e lendas

Relacionado

Treino: clarificamos alguns mitos e lendas

Verdadeiro ou falso? Grandes mitos do BTT

Relacionado

Verdadeiro ou falso? Grandes mitos do BTT

Nossos destaques