comitium

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

2021 trouxe-nos uma nova categoria dentro do mundo das ebikes, a das bicicletas de suspensão total super leves destacando-se até este momento a BH, Orbea, Specialized e Trek. Estas são as bicicletas que não vais querer perder de vista este ano.

Héctor Ruiz e Carla Ribeiro

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek
4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

Se até agora grande parte do trabalho dos fabricantes de bicicletas tem estado orientado para conseguir cada vez maior autonomia das suas baterias e mais potência nos motores como maiores argumentos, há agora um novo enfoque que ganha cada vez mais adeptos: trata-se das e-bikes de peso reduzido, autonomia mais ajustada e potência. Trata-se de um tipo de bicicleta elétrica que pretende aproximar-se mais das sensações de uma bicicleta de BTT normal sem motor. Estas bicicletas entraram em cena quando se detectou que havia um nicho de utilizadores que não chegavam a consumir a totalidade das suas baterias e faziam um uso mais moderado da bateria e do motor da bicicleta, além de nunca usarem os modos de maior assistência. Ou seja, procuram as sensações de uma bicicleta que tiveram toda a vida (as bicicletas sem motor), mas com a ajuda adicional nas subidas proporcionada pelas ebikes. Ainda existem poucos modelos no mercado com estas características, e estas são as quatro melhores ofertas que vimos aparecer neste novo segmento durante os últimos meses:

SPECIALIZED TURBO LEVO SL

Embora não tenha sido a primeira marca a entrar neste novo segmento, toda a concorrência ficou de olho neste modelo, devido ao poder e influência no mercado por parte da marca californiana.

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

Specialized S-Works Turbo Levo SL

Com um quadro de fibra de carbono FACT 11m e 150mm de curso, esta suspensão total consegue apresentar um peso de 17,35 kg na sua versão S-Works topo-de-gama. O seu motor de marca própria tem uma potência de 240 W que rende 35 Nm de torque e uma bateria de 320 Wh que é expansível até mais 160 Wh através de uma bateria adicional instalada na grade de bidon, o chamado Range Extender.

Os preços vão desde 5.999€ a 13.999€.

Mais informações no site da Specialized em www.specialized.com.

ORBEA RISE

A aposta do fabricante basco é nesta Rise de 140mm de curso e quadro em carbono OMR com um peso declarado de apenas 2,3 kg. Na sua melhor montagem, o peso da bicicleta completa é de apenas 16,2 Kg.

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

Orbea Rise M-LTD

A sua motorização foi confiada ao novo Shimano EP8, uma opção mais potente que os seus rivais, mas personalizada em relação à versão de série, reduzindo a sua potência para 60 Nm. A sua bateria é de 360 Wh e tem duas possibilidades de Range Extender (até 180 Wh ou 252 Wh mais).

Podes ver aqui o nosso teste e o nosso primeiro contacto com a Rise em vídeo.

Há quatro montagens disponíveis com preços entre 6.299€ e 9.999€.

Mais informações no site da Orbea em https://www.orbea.com/pt-es/ebikes/mountain/rise.

BH ILYNX RACE

Os bascos da BH Bikes tomaram o caminho mais direto ao êxito: arregaçaram as mangas e desenvolveram a bateria e o motor iLynx em busca da integração máxima. Assim esta bicicleta feita em carbono e com base no design das recém chegadas Lynx Race EVO de 2021, e disponível também em 100 mm ou 120 mm de curso, conta com o seu próprio motor BH 2ESMAG que se destaca por ter um peso muito baixo de apenas 2,2 kg.

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

BH iLynx Race EVO Carbon 8.6 PRO

A sua potência é de 250 Wh entregando um torque de 65 Nm. A sua autonomia é algo superior com 540 Wh de série e que se pode ampliar até aos 720 Wh com o Bidon XPro que é uma bateria adicional de 180 Wh. O conjunto total declarado pela BH tem o peso de 16,8 kg.

Poderás saber mais detalhes em www.bhbikes.com.

TREK E-CALIBER

É a última bicicleta que entra nesta categoria e que não deixou ninguém indiferente pelo seu conceito inovador. Como o seu nome dá a entender, baseia-se na plataforma da Supercaliber de XC mantendo o sistema de suspensão com a tecnologia IsoStrut e os seus 60 mm de curso.

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

Trek ECaliber 9.9 XX1 AXS

Neste vídeo o nosso colega Iván Mateos analisa-a em detalhe.

Ela foi ligeiramente modificada montando suspensões de 120 mm e uma geometria um pouco mais relaxada e “agradável" que a sua irmã de competição em XCO e XCM. Também tem um quadro totalmente feito com carbono OCLV com o qual consegue baixar dos 16 kg pois o seu peso real é de 15,77 kg. Tem 250 W de potência e um torque de 55 Nm enquanto que a bateria é de 252 Wh. Há cinco montagens com preços entre os 6.799€ e os 12.999€.

Mais informação no website da Trek: www.trekbikes.com.

Mas…são realmente as primeiras?

Antes da chegada destas quatro bicicletas, vimos na revista Bike o nascimento desta categoria com o surgimento destas duas bicicletas:

Focus Raven Squared

Foi a primeira bicicleta de eMTB com uma bateria e motor menos potente com o intuito de criar um modelo que proporcionasse sensações mais parecidas às das bicicletas tradicionais, sem motor.

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

Raven Squared

O seu quadro rígido de carbono inspirado na Raven de XC de competição e o uso do motor Fazua, brindam-na com um peso de apenas 14 kg.

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

Focus Raven Squared, a e-MTB mais leve do mundo

Lapierre eZesty

A primeira a conseguir um meio termo entre as eBikes de última geração e as bicicletas tradicionais com 150 mm de curso traseiro e 160 na frente.

4 e-bikes leves que estreiam uma nova categoria: BH, Orbea, Specialized e Trek

Lapierre eZesty

O seu quadro, obviamente, é de carbono e vem equipado com o motor Fazua embora a eZesty não tenha entrado na batalha das mais leves pois as suas montagens são muito robustas e focadas no Enduro. A unidade que testámos na Bike tinha um peso de 19,15 kg em tamanho L.

Também pode ver o teste neste vídeo:

Arquivado em: