comitium

Volta a Itália: Dan Martin ganhou a 17ª etapa em dia glorioso para João Almeida

Grande vitória do irlandês, após uma fuga, num dia em que Egan Bernal mostrou sinais de fraqueza perante um ataque do "renascido" Simon Yates. João Almeida fechou com chave de ouro esta jornada, terminando em segundo e subindo ao oitavo posto da geral.

Fernando Belda

Volta a Itália: Dan Martin ganhou a 17ª etapa em dia glorioso para João Almeida
Volta a Itália: Dan Martin ganhou a 17ª etapa em dia glorioso para João Almeida

A Volta a Itália é uma verdadeira caixinha de surpresas. Quando todos pensavam que a prova já estava decidida, eis que após o segundo dia de descanso assistimos a um verdadeiro espetáculo nesta 17ª etapa entre Canzei e Sega di Ala (193 km). 

Nesta jornada, Dan Martin esteve em altíssimo nível e Egan Bernal, pelo contrário, deu sinais de fadiga acumulada. Na subida final ao duro Sega di Ala (11,2 km a 9,8%), um ataque de Simon Yates a cerca de 3km da meta fez Bernal sofrer como nunca, apesar de receber a preciosa ajuda de Daniel Felipe Martínez. Bernal passou muitas dificuldades, mas a preciosa ajuda do seu companheiro de equipa minimizou o tempo perdido, cifrando-se nuns "aceitáveis" 53" face ao britânico e 3" face a Caruso. Nos próximos dias veremos se foi apenas um dia mau ou se a fadiga começa a apoderar-se do colombiano. 

Lembramos que na quinta feira teremos nova etapa com final no alto de Alpe di Mera, na qual a Bahrain e a Team BikeExchange deverão passar ao ataque. 

Aleksandr Vlasov, Hugh Carthy e Giulio Ciccone tinham cedido tempo antes, portanto Damiano Caruso e Simon Yates são agora os principais rivais do colombiano, apesar de ainda manter uma boa margem de tempo. 

Dan Martin, apesar de ter ganho a etapa, não estava a fazer um Giro particularmente bom, mas hoje limpou a sua imagem, mostrando que tem qualidade. Integrou a fuga do dia, que chegou a ter 19 ciclistas, tendo o irlandês atacado sobretudo no início de Sega di Ala. Com esta vitória, Martin já tem no seu palmarés vitórias nas 3 Grandes Voltas (venceu na Volta a Espanha de 2020 e na Volta a França de 2018). 

Nesta etapa, uma queda afetou um grupo numeroso composto por Ciccone, Evenepoel, Fortunato, Mikel Nieve, Einer Rubio, entre outros. O belga - colega de João Almeida - sofreu um golpe num braço, mas continuou em prova. Ciccone, sexto da geral, ficou para trás e teve de lutar muito para conseguir retomar, pagando o esforço mais tarde. 

Na dura subida a Sega di Ala, enquanto Dan Martin mostrava ser o mais forte do dia, o grupo de favoritos estava a 1m20, tendo o implacável ritmo de Castroviejo começado a fazer as suas vítimas: Vlasov, Ciccone, Bardet e Carthy, todos eles no top 10 da geral. 

A cerca de 4 km para o final, Simon Yates atacou procurando consolidar o seu segundo posto no pódio, mas na sua roda seguiram Egan Bernal e Daniel Felipe Martínez. Este trio tentava apanhar João Almeida, que tinha arrancado - ao seu ritmo - um pouco antes. Tudo parecia normal, até que Bernal - visivelmente em muito sofrimento - acabou por quebrar e começou a perder terreno. 

Enquanto Dan Martin seguia rumo à vitória, João Almeida e Yates abriram espaço, cabendo ao luso o doce sabor do segundo lugar e a Yates o terceiro.

Na geral, Bernal continua líder, com 2m21 de vantagem para Damiano Caruso e 3m23 para Simon Yates. João Almeida é agora oitavo, a 8m45 e a 1m28 do sétimo posto que é ocupado por Daniel Martínez que - lembramos - terá de trabalhar para Bernal na etapa de quinta feira, enquanto João Almeida já não tem obrigações, pois passou a ser o líder da sua equipa. 

Na classificação da juventude, João Almeida é agora quarto classificado. 

Evenepoel: "O João merece estar entre os 10 primeiros"

Relacionado

Evenepoel: "O João merece estar entre os 10 primeiros"

Bernal atacou na etapa decisiva e deixou o Giro quase sentenciado

Relacionado

Bernal atacou na etapa decisiva e deixou o Giro quase sentenciado

Volta a Itália 2021: já foi revelado o percurso

Relacionado

Volta a Itália 2021: já foi revelado o percurso

Mais um jovem a dar cartas na Volta a Itália: Victor Lafay

Relacionado

Mais um jovem a dar cartas na Volta a Itália: Victor Lafay

Taco van der Hoorn obtém a vitória da sua vida na Volta a Itália após uma fuga de mais de 180 km

Relacionado

Taco van der Hoorn obtém a vitória da sua vida na Volta a Itália após uma fuga de mais de 180 km

Revista Ciclismo a fundo nº7 já nas bancas

Relacionado

Revista Ciclismo a fundo nº7 já nas bancas

Os melhores videos