Volta a Espanha: ""Trabalhamos com a esperança de que a prova se vai realizar".

Javier Guillén, diretor geral da prova espanhola, referiu que o seu staff continua a trabalhar "esperando o fim do isolamento, para fazer a melhor Volta da história".
Texto e fotos: EFE -
Volta a Espanha: ""Trabalhamos com a esperança de que a prova se vai realizar".
Volta a Espanha: ""Trabalhamos com a esperança de que a prova se vai realizar".

Javier Guillén, diretor da Volta a Espanha, mostrou preocupação pela situação do Coronavírus, mas no aspeto desportivo assegura que a organização da prova "está a trabalhar com a esperança de que se vai realizar".

"Estou preocupado por tudo o que se está a passar, mas sobretudo do ponto de vista humano. É uma situação excepcional, insólita, sem antecedentes. Por isso, cumprimos as medidas estabelecidas, que são necessárias, e utilizo o trabalho como terapia. É uma circunstância nova, mas toda a equipa da Volta a Espanha está a trabalhar com a esperança de que a prova se vai realizar", disse Guillén à agência espanhola EFE.

Guillén lamenta os adiamentos ou cancelamentos de provas que têm ocorrido, mas sublinha que toda a equipa que dirige trabalha "com a esperança que o isolamento termine em breve, para fazer uma grande Volta a Espanha 2020, a melhor da história". "Temos de estar preparados, por isso transmito esperança e vontade nestes tempos difíceis, e posso assegurar que estamos todos mais coordenados e unidos do que nunca".

Guillén comenta que tem aproveitado para "descobrir coisas, como aspetos tecnológicos, sobretudo as videoconferências", e a criação de um novo comité de ideias. O diretor da Vuelta também comentou o adiamento dos Jogos Olímpicos para o verão de 2021. "Dadas as circunstâncias, estamos de acordo com o adiamento tendo como único objetivo garantir o êxito desportivo, organizativo e popular".