Novo calendário UCI: Tour em setembro, depois o Giro e por último a Vuelta

A União Ciclista Internacional revelou as linhas mestras do novo calendário de competições 2020.
Revista Ciclismo a fundo -
Novo calendário UCI: Tour em setembro, depois o Giro e por último a Vuelta
Novo calendário UCI: Tour em setembro, depois o Giro e por último a Vuelta

Após ter estado reunida por video-conferência com as associações de organizadores, equipas e ciclistas, a União Ciclista Internacional comunicou as decisões que tomou em relação ao novo calendário competitivo de 2020. Estas são as mais importantes:

  • O período de suspensão das competições no Calendário Internacional de Provas UCI extende-se por mais um mês, até ao dia 1 de julho (e até ao dia 1 de agosto no caso dos eventos UCI WorldTour).
  • A Volta a França será adiada e terá lugar este ano de 29 de agosto a 20 de setembro. A celebração deste evento nas melhores condições possíveis é essencial dado o seu carácter vital na economia do ciclismo e da sua exposição, em particular para as equipas, que beneficiam de uma visibilidade incomparável.
  • Os Campeonatos do Mundo de Estrada 2020 em Aigle-Martigny (Suíça) mantêm-se nas datas programadas, de 20 a 27 de setembro. O programa não será alterado.
  • A Volta a Itália terá lugar depois dos Campeonatos do Mundo e a seguir terá lugar a Volta a Espanha. Embora não haja datas concretas para nenhuma destas Grandes Voltas, isto implicaría - salvo por sobreposição de datas - que a Volta a Itália decorreria em Outubro e a Volta a Espanha em Novembro.
  • Os Campeonatos Nacionais, organizados pelas Federações Nacionais, terão lugar no fim de semana de 22 e 23 de agosto.
  • Os Campeonatos da Europa de ciclismo da UEC mantêm-se nas datas apresentadas.
  • As Clássicas de um dia mais prestigiadas, ou seja, a Milão-São Remo (Itália), Tour de Flandres (Bélgica), Paris-Roubaix (França), Liége-Bastogne-Liége (Bélgica) e o Giro de Lombardia (Itália), terão lugar esta temporada, em datas ainda por definir.
  • Mais tarde serão anunciadas as datas dos restantes eventos possíveis, em particular os eventos UCI WorldTour.

ORGANIZAÇÃO DA VOLTA A ESPANHA JÁ PENSA EM OUTUBRO

Embora as datas ainda estejam por definir, a organização da Volta a Espanha já trabalha com a ideia de poder mudar a data para outubro. Contudo, isso chocaria com a vontade da UCI pois esta entidade prefere que a prova espanhola decorra após o Giro, salvo se houver alguma coincidência em termos de datas, mesmo que parcial. Tudo isto porque a data da Volta a França foi alterada (agora a ASO anuncia que a prova decorrerá de 29 de agosto a 20 de setembro), impossibilitando que a Vuelta aconteça na data prevista. A organização da Volta a Espanha está a trabalhar com a UCI numa solução. O objetivo da Unipublic é que a Vuelta ocorra numa data que não seja próxima do Tour, de modo a atrair o melhor pelotão possível. Por tudo isto, Outubro parece ser o mês escolhido.