Inédito: UCI cancela todas as provas pelo menos até final de abril

Além disso, a entidade máxima do ciclismo mundial lançou uma série de propostas para reorganizar o calendário internacional logo que seja possível voltar a competir.
Carlos Pinto
Inédito: UCI cancela todas as provas pelo menos até final de abril
Inédito: UCI cancela todas as provas pelo menos até final de abril

A União Ciclista Internacional (UCI) decidiu cancelar todas as provas do Calendário Internacional até nova ordem. Esta medida tem efeitos imediatos e durará pelo menos até final de abril. Este comunicado chega três dias depois do anúncio de um conjunto de iniciativas para garantir a saúde das pessoas em eventos de ciclismo perante a propagação do virus Covid 19.

Após a reunião da UCI com as associações de organizadores (AIOCC), equipas (AIGPC) e ciclistas (CPA), foram adotadas uma série de propostas para tentar superar o quanto antes a crise do coronavírus e poder organizar a restante temporada 2020 logo que seja possível. Em primeiro lugar, a UCI anunciou que não serão realizadas provas oficiais até novo aviso, mas assegurou que esta medida é válida pelo menos até final de abril.

Além disso, e tendo em conta o restante calendário até final do ano, será dada prioridade a eventos que já estavam calendarizados e que por imperativos de força maior (Covid 19) foram adiados. Quanto ao calendário masculino, dependendo das datas disponíveis e tendo em conta a possibilidade de haver uma sobreposição, será dada prioridade às três Grandes Voltas e aos Monumentos do Ciclismo. "Com esta decisão, o ciclismo espera poder garantir a visibilidade do nosso desporto, que se encontrará em concorrência direta com outros eventos internacionais importantes, ao mesmo tempo que garante a maior exposição possível para as provas mais vistas", diz o comunicado.

Mas há mais novidades. A temporada de estrada para homens e mulheres poderá ser alargada até ao dia 1 de novembro. Este princípio de flexibilidade também poderá contemplar o número de ciclistas por equipa que poderão participar nas provas.