Deve-se lavar sempre a bicicleta com água?

Neste artigo fazemos uma breve reflexão acerca da limpeza com água. No fundo, a água acaba tanto por ser nossa aliada, como nossa inimiga...
Carlos Pinto
Deve-se lavar sempre a bicicleta com água?
Deve-se lavar sempre a bicicleta com água?

Nestes dias chuvosos, em que chegamos a casa com a bicicleta cheia de lama, até ficamos com peso na consciência se não a lavarmos de imediato. Mas a questão é: até que ponto é necessário lavar a bicicleta com muita frequência e lubrificar antes de cada volta?

A água é o maior inimigo da bicicleta, e se usas uma máquina de pressão, pior ainda. A água entra nos rolamentos, arrasta a sujidade para o interior, retira a massa consistente, oxida as peças... Se andas de bicicleta todos os dias, não é prático fazer uma limpeza a fundo, por isso limita-te aos elementos de desgaste onde existem fricções, que se acentuam com a areia existente na lama, atuando como uma lixa.

Passa com uma escova, limpa ao máximo e lubrifica todos os elementos da transmissão, especialmente a corrente, a cassete e as cremalheiras. Além disso, limpa bem as roldanas do desviador e os pedais automáticos. Passa uma escova e depois com um pano. Quanto mais limpo ficar, melhor funcionará no dia seguinte, e mais quilómetros durará. Usa apenas óleo especialmente indicado para condições húmidas, que aguente um dia inteiro.