comitium

Teste: rolo de treino Tacx Boost

Testámos um dos rolos mais recentes da Tacx, o Boost. É bastante simples e silencioso, para um treino caseiro que não acorda os vizinhos.

Teste: rolo de treino Tacx Boost
Teste: rolo de treino Tacx Boost

A venda de rolos de treino atingiu valores impressionantes durante a pandemia, tendo o stock de muitas lojas chegado a zero durante semanas ou meses. Felizmente a situação está mais controlada e pouco a pouco têm chegado ao mercado mais produtos, incluindo rolos, desde os mais simples aos interativos.

Desta vez testámos uma versão simples, sem sistemas eletrónicos, da reputada Tacx, marca que foi comprada pela Garmin. O Boost tem um sistema de travão magnético, com 10 níveis de resistência que podem ser controlados exclusivamente através de uma alavanca que se coloca no guiador.

garmin boost 2
 

Para além do rolo, é fornecido no pack um apoio para a roda dianteira - que também serve para ajudar a transportar o rolo -, um aperto rápido, uma chave sextavada - para montar o chassis ao sistema de travão magnético e ainda algumas borrachas que ajudam a colocar o manípulo no guiador, consoante a grossura do mesmo. 

A montagem é relativamente simples, contudo ajustar ao tipo de pneu que usamos requer um pouco de paciência e tempo. Não porque é necessário montar muitas peças, mas porque a diferença de altura do nivelador (que difere os tipos de pneu usados: 700c, 26" até 29") é de apenas alguns milímetros. Além disso, o campo de visão para o ajuste do nivelador é péssimo, pois implica estarmos a confirmar a altura ao nível do chão. Em todo o caso, após nivelado e apertado, todo o sistema é eficaz

A base é estável e ocupa menos espaço do que alguns dos rolos interativos à venda no mercado, e o seu funcionamento é bastante silencioso, notando-se o atrito crescente sempre que aumentamos a resistência. 

O aperto aos eixos da bicicleta é feito através de um sistema tradicional, bastante intuitivo e fácil de usar. É pena trazer um aperto quick release, pois atualmente as marcas de bicicletas vendem praticamente na totalidade os seus modelos com eixos passantes, pelo que neste caso é necessário a aquisição de um eixo à parte. 

Quanto ao manípulo, tem um cabo extenso, o que facilita a montagem em bicicletas de vários tamanhos e como inclui borrachas extra, a colocação no guiador fica facilitada. Mas o manípulo é difícil de atuar. No modelo que testámos, sentimos que a alavanca requeria força a mais quando tentávamos colocar o sistema mais suave. Sente-se uma diferença de graduação quando se muda de resistência, mas é mesmo preciso fazer muita força na comutação do sistema. E por vezes chegou a mudar dois níveis de cada vez. É um ponto a rever e que poderá ser um problema apenas do nosso modelo de teste. 

garmin boost 3
 

Quanto ao apoio da roda dianteira é eficaz e estável. No cômputo geral, os principais pontos positivos são o baixo nível de ruído (é um dos mais silenciosos que já testámos), a solidez da base e a facilidade de transporte

Este rolo custa 249,99 euros e pesa cerca de 9 kg. Mede 675 x 650 mm e a nível de potência máxima a marca refere mais de 1000 watts. A marca também vende peças à parte, como um tapete (para não molhares o chão com o suor) por 69,99 euros, um pneu próprio para rolos (39,99 euros), entre outros. 

Peso: 8,8 kg

Preço: 249,99 euros

Distribuidor: Garmin

Site: https://buy.garmin.com/

Arquivado em:

Garmin Rally, uma nova gama de potenciómetros

Relacionado

Garmin Rally, uma nova gama de potenciómetros

Novidades Garmin: 1030 Plus e 130 Plus

Relacionado

Novidades Garmin: 1030 Plus e 130 Plus

Sabes qual é o motivo que impossibilita mover os mesmos watts quando treinamos no rolo?

Relacionado

Sabes qual é o motivo que impossibilita mover os mesmos watts quando treinamos no rolo?

Conselhos para treinar no rolo

Relacionado

Conselhos para treinar no rolo

Os melhores videos