KTM apresenta novidades

Apesar de os modelos Myroon e Scarp não sofrerem mudanças substanciais, há novas cores. Além disso, o modelo Ultra tem um quadro novo em alumínio, com uma geometria diferenciada e acabamentos superiores.
Carlos Pinto
KTM apresenta novidades
KTM apresenta novidades

Começando pela principal novidade na gama de BTT, 2021 é um ano de renovação completa nas bicicletas de montanha em alumínio da marca austríaca. O novo quadro Ultra em alumínio com tubagens elegantes e alongadas estreia uma geometria moderna e ergonómica com detalhes técnicos sofisticados como cabos internos e bloqueio remoto da suspensão. Além disso, o novo quadro inclui pinturas com grande realce visual, pneus com laterais creme em muitos modelos e uma cuidada escolha de tonalidades. O modelo Ultra tem um triângulo traseiro compacto, o que proporciona um comportamento ágil enquanto a frente alongada permite uma condução segura e firme. O perfil esguio dos tubos superiores reduz as vibrações e favorece a sensação de suavidade global, o que revela o carácter versátil e sólido destas bicicletas pela facilidade em montar acessórios, grelhas de bagagem e atrelados. A gama KTM Ultra está disponível em 18 versões e com preços a partir dos 599€ até aos 1.549€, com alguns modelos disponíveis em roda 29’ ou 27,5 ou duas cores (Ultra Fun e Chicago). A gama de senhora distingue-se pela denominação ‘Ultra Gloriette” e “Penny Lane’, esta última com opção entre roda 27,5 ou 29’.

KTM apresenta novidades

Ultra Sport 29

A versão especial Ultra EVO DIM tem uma geometria muito desinibida que consegue ampliar a destreza técnica e capacidade de gerir ritmos elevados em trilhos exigentes e rápidos. A altura reduzida, o generoso comprimento entre eixos, os 66,5º do ângulo de direção, a suspensão de 130 mm e o espigão telescópico são detalhes que vale a pena destacar.

Estes modelos trazem transmissões de 12 velocidades Shimano e Sram com apenas um prato pedaleiro em 6 versões a partir dos 999€ até aos 1.549€. Todos os modelos incluem cablagens internas e pinça de travão traseiro Postmount e, em muitos modelos, bloqueio remoto da suspensão. Obviamente, e como já é habitual na marca, têm capacidade para 2 bidões mesmo no tamanho mais pequeno (36cm).

SCARP

Na Scarp, mantém-se a geometria e o conceito, mas foi feita uma atualização dos componentes e, sobretudo, da decoração, com a adoção de cores mais ousadas. A versão standard mantém os 100 mm de curso à frente e 95 atrás e no caso da versão MT (ou seja, Marathon), tem 120 mm na suspensão e 115 mm no amortecedor. Possui muitas das características dos modelos de suspensão total modernos, com a grande vantagem de poder acomodar dois bidons (algo que nem todas as marcas conseguem).

KTM apresenta novidades

Scarp MT Exonic

MYROON

Também a Myroon foi alvo de pequenas alterações, sobretudo o update de componentes, passando a ter outras cores disponíveis. Este modelo rígido tem uma postura de condução desportiva e uma geometria complacente que conjuga a agilidade com uma capacidade de impulso musculada. O quadro tem um ângulo do tubo de selim com 73º e uma conexão intencionalmente descentrada sobre o centro pedaleiro (74.5º). O objetivo desta geometria é potenciar o efeito de amortecimento vertical passivo do quadro ao mesmo tempo que produz maior incidência concentrada de força sobre o pedaleiro. Mas há mais: a reposição do peso foi concertada com uma coluna de direção baixa que corresponde com uma postura de condução desportiva, ergonómica e ágil.

KTM apresenta novidades

Myroon Glorious

Poderás conhecer todos os detalhes em www.ktm-bike.pt.