Confinamento social dispara a venda de rolos de treino

"A venda de equipamentos de treino em casa cresceu exponencialmente", confessou-nos um dos responsáveis da Deporvillage.
EFE/Miguel Moreno -
Confinamento social dispara a venda de rolos de treino
Confinamento social dispara a venda de rolos de treino

As medidas de confinamento decretadas para tentar travar a expansão do coronavírus tiveram um efeito inesperado, o aumento da venda de material de treino indoor, como confirmaram vários sites de venda especializados.

O crescimento na procura começou sobretudo no dia 15 de março, tendo as vendas de bicicletas estáticas subido 453%, segundo o comparador de preços Idealo, tendo os rolos de treino sofrido um incremento de 508%.

"VENDERAM-SE MAIS ROLOS NUM MÊS DO QUE EM QUATRO ANOS"

Segundo informações obtidas junto destes sites, muitos dos rolos já estão esgotados, sobretudo os mais baratos. Além disso, todos os restantes, incluindo as versões smart, estão quase sem unidades disponíveis.

"Creio que se venderam mais rolos de ciclismo num mês do que em quatro anos", assegurou David Martín, do site Trade Inn à Agência EFE.

Esta empresa catalã vendeu em 2019 material desportivo no valor de 188 milhões de euros a 5 milhões de clientes em todo o mundo. Embora, devido ao confinamento, as vendas no geral tenham decrescido, as vendas em algumas categorias, sobretudo produtos para fazer desporto em casa, cresceram de forma exponencial. Algumas chegaram a um crescimento de 10.000%. "As marcas já não têm stock. Se tivessem mais produtos, venderíamos mais, mas esta é a realidade."

O site Deporvillage faturou em 2019 60 milhões de euros e este ano de 2020 faturou com as suas promoções material valorizado em 8 milhões de euros. Os responsáveis asseguram que ainda têm produtos disponíveis, mas que algumas referências esgotarão em breve. O responsável da marca salienta, contudo o lado negativo deste confinamento: "Não conseguimos encontrar material nos fornecedores, pois muitos deles estão parados. Além disso, apesar de os produtos para desporto indoor terem subido em termos de vendas, os restantes produtos sofreram uma queda de 50%."