Aplicação Strava altera o modo de funcionamento

A classificação completa de segmentos e a criação de rotas apenas está disponível para subscritores. Além disso, a popular rede social simplificou as suas opções de subscrição, que agora passa a ser de pagamento único de 7,99 € por mês.
Carlos Pinto
Aplicação Strava altera o modo de funcionamento
Aplicação Strava altera o modo de funcionamento

O Strava é a rede social de treino mais popular no mundo, contando atualmente com 55 milhões de utilizadores desde a sua fundação, em 2009. Durante estes 11 anos foram registadas mais de 3 mil milhões de atividades. Contudo, a empresa que tem 180 empregados em todo o mundo, assegura que o seu modelo de negócio ainda não é rentável, pelo que tomou a decisão de centrar o seu foco na subscrição e reduzir algumas das suas funcionalidades gratuitas.

Numa carta aberta publicada no Strava e enviada a milhões de utilizadores, os seus fundadores, Michael Horvath e Mark Gainey, anunciam as novidades nesta nova etapa que começou oficialmente ontem, dia 18 de maio: "Algumas das nossas funções gratuitas que são especialmente complexas e onerosas de manter, como as classificações de segmentos, passarão a fazer parte das funções de assinatura. E a partir de agora, a maior parte do desenvolvimento de novas funções será destinado aos assinantes – vamos investir ao máximo nos atletas que investiram em nós. Também tornámos a assinatura mais simples, removendo pacotes e a marca do Summit. Pode agora utilizar o Strava gratuitamente ou com assinatura, simples".

Aplicação Strava altera o modo de funcionamento

Deste modo, a partir de agora, para aceder à tabela completa de classificação dos segmentos, ver todos os nossos resultados nos segmentos e analisar os nossos esforços nesses segmentos, será necessário contar com uma assinatura/subscrição que custa 7,99€ por mês, ou 59,99€ por ano. Os subscritores com uma conta gratuita só podem ver os 10 melhores tempos num segmento tanto em masculino como em feminino, os detalhes dos mesmos e os resultados obtidos (KOM, QOM e PR), embora mantenham a (bastante) útil função de explorar e procurar segmentos. Por enquanto, será oferecido a todos os utilizadores a possibilidade de desfrutar da experiência completa do Strava durante 60 dias de forma gratuita.

NOVO CRIADOR DE ROTAS

Mas há mais novidades. A secção de matched Runs e matched Rides foi transferida para a versão paga. Esta secção compara atividades que coincidem. Além disso, com a criação da assinatura única, o Strava estreia um novo criador de rotas. A partir de agora, o novo mapa base MapBox (com a capa de mapa de calor pré-definida), está igual à versão mobile, o que permite uma melhor planificação das rotas. Outras novas funções do criador de rotas são a possibilidade de escolher entre três opções de mapa; a procura de uma localização para acrescentar um waypoint; os filtros para desenhar uma rota consoante o tipo de desporto (ciclismo, corrida, caminhada); o desnível ou tipo de superfície, e a possibilidade de adicionar às nossas rotas os percursos de outros utilizadores. Todavía, as atividades privadas e as de atletas que optaram por não revelar dados no Heatmap não estão disponíveis como parte do conjunto de dados disponíveis em termos de rotas.

Uma das últimas melhorias nas rotas foi aplicada no dia 14 de maio, quando foi anunciada a sincronização com dispositivos Garmin. Agora, os utilizadores que criem ou editem uma rota e a marquem como favorita poderão enviá-la imediatamente para os ciclo-computadores e relógios da marca norte-americana.

Aplicação Strava altera o modo de funcionamento

MAIS FERRAMENTAS DE ANÁLISE

O Strava assegura que as funções relacionadas com o treino se encontram entre as mais solicitadas e valorizadas pelos seus assinantes, que a partir de agora verão que na aplicação móvel o menu Summit desapareceu e foi convertido no menu Treino. Este novo menu possui quatro módulos: atividade semanal; registo de treino - no qual são mostrados os 32 tipos de desportos que podem ser inseridos -; a intensidade semanal, que calcula a carga acumulada; e a tendência mensal em Fitness, que compara a nossa forma física com a do último mês, três meses, seis meses, um ano e dois anos.

Na carta onde os fundadores anunciam estas mudanças, ambos destacam que foram estreadas mais de 50 melhorias focadas no desportista e que prescindiram das integrações patrocinadas - os avisos de que tipo de dispositivo foi usado para gravar a atividade -, insistindo que o objetivo é reinvestir os dividendos diretamente na criação e melhoria das funções sem ter de encher de anúncios o feed de atividades ou fazer negócio com os dados pessoais dos subscritores.

Horvath e Gainey defendem que a subscrição mensal vale o mesmo que algumas barras energéticas, embora garantam que será empre oferecida uma versão grátis.

Este tema está a causar comentários em todo o mundo. Desde os que referem que vão deixar de usar a plataforma até aos que compreendem a decisão e garantem que irão continuar a usar, com subscrição mensal.