comitium

Pastilhas de travão orgânicas ou metálicas? Aprende a escolher

Neste artigo explicamos as vantagens e desvantagens de cada tipo, para que possas escolher devidamente informado.

Pastilhas de travão orgânicas ou metálicas? Aprende a escolher
Pastilhas de travão orgânicas ou metálicas? Aprende a escolher

Se és leitor regular das revistas BIKE, Ciclismo a fundo ou eBIKE, as informações deste artigo não são novidade. Mas se ainda não acompanhas regularmente estas publicações, aqui fica um breve resumo.

As pastilhas metálicas ou semi-metálicas têm, como o próprio nome indica, componentes metálicos (cobre, aço, bronze) e são as mais abrasivas, implicam mais calor quando há roçamento e o seu coeficiente de fricção é maior. São aquilo que na gíria do setor das bicicletas chamamos as pastilhas "todo-o-terreno", já que não estão desenhadas para nenhum tipo de condição em concreto, mas o seu comportamento é bom na maioria dos casos. Também são as que duram mais, embora a maior desvantagem seja o facto de serem mais abrasivas com os discos.

Por seu lado, as pastilhas orgânicas têm resinas em vez de compostos metálicos adicionados. Ao conter menos metal aguentam melhor as travagens prolongadas, pois aquecem menos. São menos agressivas para os discos, mas a duração das pastilhas é menor em condições de chuva ou lama. Além disso, precisam de uma rodagem maior antes de começarem a oferecer todos os seus atributos.

Arquivado em:

Aprende a extrair os rolamentos DUB

Relacionado

Aprende a extrair os rolamentos DUB

3 medidas para combater o aquecimento dos travões

Relacionado

3 medidas para combater o aquecimento dos travões

Os teus travões chiam? Lê este artigo

Relacionado

Os teus travões chiam? Lê este artigo

Os melhores videos