Aircode DRS, a novidade da Lapierre

O modelo aerodinâmico da marca francesa sofreu a sua terceira renovação, e já está a ser utilizado pelos ciclistas Stefan Küng e Arnaud Démare, entre outros.
Carlos Pinto
Aircode DRS, a novidade da Lapierre
Aircode DRS, a novidade da Lapierre

A nova Aircode DRS é mais rígida, aerodinâmica e confortável do que a geração anterior. Este modelo, lançado em 2014, é agora (segundo a marca francesa) 13% mais rápido com vento frontal e 5% mais rápido com vento lateral do que a antiga Aircode SL. Isto é proporcionado pelo inovador perfil dos tubos Kammtail e Naca, pela integração aprimorada da forqueta na parte dianteira do quadro e também pelos estudos CFD realizados em estreita colaboração com Bert Blocken (especialista na Universidade Tecnológica de Eindhoven). Além disso, a Lapierre recorreu ao potente software de simulação digital Ansys.

Aircode DRS, a novidade da Lapierre

Fabricada com três tipos de fibra de carbono unidirecional, a tecnologia UD SL utiliza carbono de alto redimento (T700, 24T, 3K) e, graças ao processo de fabricação do núcleo de latex, reduziram o peso cerca de 80g face ao quadro anterior. Deste modo, o quadro e a forqueta oferecem um acabamento interno e externo melhor em todos os níveis da gama. Para garantir o máximo rendimento, a marca optou por utilizar a mesma qualidade de carbono UD SL em todos os modelos, tanto na Aircode DRS 5.0 como na 8.0. Apenas os componentes marcam a diferença.

Com um peso ligeiramente superior devido aos travões de disco, a nova Aircode DRS destaca-se pela facilidade de manuseamento, leveza e versatilidade. Tem um ângulo de selim de 74 graus do XS ao M e de 73,5 graus do L ao XXL, e um reach mais comprido para baixar a posição de condução do ciclista e melhorar a penetração do ar. Deste modo, a condução fica mais baixa, mais compacta e mais eficiente aerodinamicamente.

Aircode DRS, a novidade da Lapierre

Para melhorar o seu design, a passagem dos cabos foi integrada no avanço, o qual foi produzido especificamente para este modelo. Assim o design fica mais limpo, aerodinâmico e desportivo.

Mas a nova Aircode DRS também se destaca pelo conforto. O novo ponto de fixação do espigão de selim ao tubo superior permite amortecer as vibrações e melhora a flexão do espigão e do tubo de selim. Deste modo, o quadro da Aircode DRS oferece um conforto vertical melhorado cerca de 12% face à SL. Além disso, este modelo traz rodas tubeless e pneus de 25 mm, sendo o quadro e a forqueta compatíveis com pneus de 28 mm.

Aircode DRS, a novidade da Lapierre

Os modelos Aircode DRS 7.0 e 8.0 incluem os novos guiadores de carbono com formato aerodinâmico produzidos pela Lapierre e especificamente desenhados e reforçados para poderem ser utilizados com extensores de carbono. E, graças à nova dimensão do reach, é possível obter uma posição mais aerodinâmica, ideal para pedalar com ou sem extensores de triatlo.

MODELOS E PREÇOS:

Aircode DRS 5.0 (montada com Shimano 105 e rodas DT Swiss P1850 32mm de alumínio) * Preço: 2.999 euros * Peso: 8,68 kg (tamanho L)

Aircode DRS 6.0 (montada com Shimano Ultegra mecânico e rodas LP 38mm de carbono) * Preço: 3.999 euros * Peso: 8,10 kg (tamanho L)

Aircode DRS, a novidade da Lapierre

Lapierre Aircode DRS 7.0

Aircode DRS 7.0 (montada com Shimano Ultegra Di2 e rodas LP 50mm de carbono) * Preço: 4.999 euros * Peso: 8 kg (tamanho L)

Aircode DRS 8.0 (montada com Shimano Ultegra Di2, travões de disco Dura Ace e rodas DT Swiss ARC 1100 DB de 50mm) * Preço: 6.999 euros * Peso: 7,76 kg (tamanho L)