comitium

Rui Oliveira foi décimo classificado na prova de scratch do Mundial de Pista

O luso Rui Oliveira foi o décimo classificado na corrida de scratch do Campeonato do Mundo de Pista, disputada em Roubaix, França.

Rui Oliveira foi décimo classificado na prova de scratch do Mundial de Pista
Rui Oliveira foi décimo classificado na prova de scratch do Mundial de Pista

A corrida de 15 km, resultantes de 60 voltas à pista do velódromo, foi extremamente tática. O primeiro terço da prova foi disputado em pelotão compacto, em ritmo constante, sem qualquer tentativa de ganhar uma volta ao pelotão.

Assistiu-se depois a uma fase de grande agitação, com sucessivas movimentações, que chegaram a partir o pelotão em dois, deixando Rui Oliveira na metade da frente, a cerca de 20 voltas para o final.

Como ninguém conseguiu destacar-se, entrou-se nas últimas dez voltas num registo de grande tensão, já com todos os concorrentes a pensarem numa discussão ao sprint, sem arriscarem ataques de longe.

Neste contexto, a colocação à entrada para as últimas três voltas seria fundamental para a discussão das medalhas. Quando Rui Oliveira tentava colocar-se, viu-se envolvido numa situação de perigo de queda coletiva, à qual o pelotão escapou por pouco.

O mais forte, nesta luta de velocidade e de nervos de aço, foi o francês Donavan Grondin, com um poderoso sprint de longe, que lhe permitiu suplantar o belga Tuur Dens e o britânico Rhys Britton, segundo e terceiro, respetivamente. Rui Oliveira foi o décimo em 22 participantes.

“Foi uma corrida em ritmo moderado no primeiro terço. A partir daí a velocidade intensificou-se e o Rui esteve atento às movimentações, no sentido de tentar aproveitar uma oportunidade de fazer a diferença. Isso não se proporcionou e restava-nos procurar uma boa colocação para as três voltas finais. Nessa fase dá-se uma situação de corrida, que até poderia ter resultado em queda. Felizmente, a queda evitou-se, mas perdeu-se o posicionamento. No cômputo geral, considero que o Rui teve um bom desempenho, sempre atento e concentrado. Estou satisfeito com ele”, resume o selecionador nacional, Gabriel Mendes.

Portugal tem duas provas em agenda para esta sexta-feira, perseguição individual masculina e omnium feminino. Maria Martins, a contas com uma lesão, será reavaliada pelo diretor clínico da Federação durante a manhã. Caso esteja recuperada, irá competir na eliminatória de acesso ao concurso de omnium, às 12h10. Apurando-se, disputará as quatro provas pontuáveis para o omnium: scratch (12h55), corrida tempo (14h30), eliminação (18h35) e corrida por pontos (20h01).

Iúri Leitão e João Matias serão os representantes na perseguição individual, cuja qualificação irá iniciar-se às 13h15. Caso estejam entre os quatro mais rápidos nesta fase da competição, apuram-se para as finais, agendadas para as 19h35.

Arquivado em:

Rui Oliveira é campeão da europa de scratch

Relacionado

Rui Oliveira é campeão da europa de scratch

Iúri Leitão e Rui Oliveira conquistam medalha de bronze em madison

Relacionado

Iúri Leitão e Rui Oliveira conquistam medalha de bronze em madison

Rui Oliveira estará na Volta à Eslovénia

Relacionado

Rui Oliveira estará na Volta à Eslovénia

Portugal com quatro corredores no Mundial de Roubaix (pista)

Relacionado

Portugal com quatro corredores no Mundial de Roubaix (pista)

Os melhores videos