comitium

Nove títulos de campeão nacional de masters entregues neste domingo

Disputaram-se ontem, em A-do-Barbas, concelho de Leiria, os títulos nacionais de fundo, na categoria de masters. Em competição estiveram nove categorias, nas quais foram atribuídas as respetivas camisolas de campeão nacional.

Ana Nunes (FPC)

Nove títulos de campeão nacional de masters entregues neste domingo
Nove títulos de campeão nacional de masters entregues neste domingo

Após o contrarrelógio no Sábado, os corredores das categorias de veteranos tiveram ontem uma nova oportunidade de conquistar o título de campeão nacional, desta feita, na prova de fundo.

A corrida, que decorreu em circuito, obrigava a que os ciclistas completassem um determinado número de voltas, consoante a categoria. Os primeiros a partir foram os de elite amador, juntamente com os masters 30 e 35, que percorreram uma distância de 143,5 quilómetros, correspondentes a 13 voltas.

As provas destas três categorias foram bastante atacadas desde início, mas sempre com uma resposta eficaz por parte do pelotão. Na categoria de elite amador o vencedor foi João Letras (ASFIC/Grupo Parapedra), batendo ao sprint Lucas Mendonça (Viveiros Vítor Lourenço/Sintra Clube de Ciclismo) e João Moreira (Individual).

Na categoria de masters 30, André Filipe (C.P.R. A–do-Barbas/AKIplast/PVS) cortou a meta isolado, com 10 segundos de vantagem sobre Luís Nogueira (Empor), que perdeu o lugar por falta de comparência à cerimónia do pódio. Rui Resende (Precious Space/Soutense/Estofos Marques) foi o terceiro a chegar, a 27 segundos do vencedor.

Em masters 35 a luta pelo título nacional de fundo também foi renhida, com Bruno Saraiva (C.P.R. A–do-Barbas/AKIplast/PVS) a bater João Santos (Viveiros Vítor Lourenço/Sintra Clube de Ciclismo) ao sprint. Rui Casquinha (UCA-União Ciclismo do Alentejo) fechou o pódio na sexta posição, a 6 segundos do vencedor.

Os masters 40 e 45 percorreram 109,9 quilómetros, correspondentes a 10 voltas ao circuito. Martinho Saragoça (A.R.Batalhense) e Nuno Manso (Viveiros Vítor Lourenço/Sintra Clube de Ciclismo) estiveram em fuga durante mais de metade da prova, tendo cortado a meta em primeiro e segundo, respetivamente. Os dois corredores estiveram muito perto de ser apanhados na reta final, com Luís Maneira (Skoda Irmãos Leite/Tourencinho) a terminar em terceiro, a apenas 2 segundos.

Quanto aos masters 45, Rui Rodrigues (ASFIC/Grupo Parapedra) cortou a meta na frente de Daniel Pegado (C.P.R. A–do-Barbas/AKIplast/PVS), separado por dois segundos. Logo atrás chegou João Coelho (Chão das Donas/Burguer Ranch), a 12 segundos do primeiro classificado.

Rui Serrano (Cycling Team CR O Grandolense) foi o vencedor da categoria de masters 50, batendo João Martins (Extremosul/Hotel Alisios/Cenmais) ao sprint, após os 87,5 quilómetros (8 voltas) percorridos. Humberto Silva (Peçamodôvar Team/SCAV) fechou o pódio em terceiro, a 4 segundos.

A distância percorrida em masters 55 foi a mesma, com José Afonso (Precious Space/Soutense/Estofos Marques) a conquistar o título de campeão nacional, na frente de Luís Gomes (Cycling Team CR O Grandolense) e Inácio Pinho (Peçamodôvar Team/SCAV), que terminaram a 5 e 9 segundos do vencedor, respetivamente.

As categorias de masters 60 e 65 completaram 65,1 quilómetros (6 voltas). Em masters 60 foi Joaquim Pinto (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) a vencer, com uma vantagem de 11 segundos sobre João Pinto (Boavista/Servigás/Nast) e 30 segundos sobre Manuel Pinto (SAERTEX Portugal/Edaetech), que terminou na terceira posição.

Na categoria de veteranos com mais de 65 anos o vencedor foi Manuel Domingues (Cycling Team CR O Grandolense), que cortou a meta com 5 minutos de vantagem sobre Ramiro Sousa (CCR M.de Cónegos/Confecções Cruzeiro). Vitorino Pereira (ASFIC/Grupo Parapedra) foi terceiro, a 8 minutos do vencedor.

Arquivado em:

Nacionais de Masters arrancam em Leiria com o contrarrelógio individual

Relacionado

Nacionais de Masters arrancam em Leiria com o contrarrelógio individual

José Azevedo vai criar uma nova equipa de ciclismo

Relacionado

José Azevedo vai criar uma nova equipa de ciclismo

Revista Ciclismo a fundo nº7 já nas bancas

Relacionado

Revista Ciclismo a fundo nº7 já nas bancas

Os melhores videos