Sabias que há um português na equipa de Alberto Contador e Ivan Basso?

A equipa do "pistoleiro" e de Basso, a Kometa, acabou de encontrar um novo patrocinador (a Eolo) e poderá ser ProTeam já em 2021.
Carlos Pinto
Sabias que há um português na equipa de Alberto Contador e Ivan Basso?
Sabias que há um português na equipa de Alberto Contador e Ivan Basso?

A equipa espanhola Kometa-Xstra, dirigida por Alberto Contador e Ivan Basso, conta com um português nas suas fileiras. Chama-se Daniel Viegas e está prestes a participar na Volta a Itália Sub-23 (29 de agosto a 2 de setembro). A equipa estará presente com Alessandro Fancellu (apontado por Contador como uma das futuras estrelas do WorldTour), Antonio Puppo, Alejandro Ropero, Sergio García e o estagiário Edu Landaluce.

Sabias que há um português na equipa de Alberto Contador e Ivan Basso?

Mas a grande novidade do dia é o acordo com um novo patrocinador, a Eolo, em 2021. Deste modo, a formação passará a chamar-se Eolo-Kometa e já confirmou que vai solicitar a inscrição na categoria ProTeam da UCI (antiga categoria Profissional Continental), a segunda divisão do ciclismo mundial.

O acordo com a Eolo - uma empresa italiana líder no fornecimento de serviços de internet sem fios de banda larga - , é válido por três anos (de 2021 a 2023). A direção desportiva já está a trabalhar na configuração de uma equipa com licença italiana e a sua sede estará localizada em Burso Arsinio (no campus da Eolo), no norte de Milão, muito perto do local onde nasceu Ivan Basso, elemento decisivo na negociação.

Lembramos que este ano a própria Eolo já patrocinou e vai patrocinar quatro provas da RCS: Strade Bianche, Milán-Turin, Gran Piamonte e Tirreno. A Kometa entretanto também já confirmou que se vai manter, sendo co-patrocinador oficial e, em princípio, como a Volta a Itália em 2021 vai começar na Hungria, a equipa tem boas hipóteses de receber um convite para participar na prova italiana.

Caso se confirme a subida de categoria - o que lhes poderá abrir as portas a algumas das melhores provas do calendário World Tour - a equipa estará obrigada a ampliar e reforçar o seu plantel, que na atualidade só conta com 13 ciclistas. Caso aspirem a participar na Volta a Itália e outras provas do World Tour terão de contratar ciclistas de renome para enfrentar estas provas.

A equipa continuará a correr com as bicicletas da marca "A Bikes", propriedade de Contador e Basso e que apresentámos em exclusivo nacional aqui no site.