Melissa Maia é a nova campeã nacional de elite

Melissa Maia (Farto-Aguas do Paraño) conquistou o título nacional de fundo na categoria de elite feminina, impondo-se, ao sprint, na corrida de 88 quilómetros, disputada em Castelo Branco. Também foram disputados os títulos femininos de cadetes, juniores e masters, assim como os títulos de paraciclismo.
Revista Ciclismo a fundo / José Carlos Gomes -
Melissa Maia é a nova campeã nacional de elite
Melissa Maia é a nova campeã nacional de elite

Quatro corredoras mantiveram-se na luta pelo título nacional de elite até aos metros finais. Melissa Maia, que em 2020 já se sagrou campeã de rampa, foi a mais forte, completando os 88 quilómetros em 2h32m39s, o mesmo tempo das duas corredoras que a acompanharam no pódio, Marta Branco (Maiatos) e Júlia Ru (Korpo Activo/Penacova). Celina Carpinteiro (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ) falhou o pódio por 4 segundos.

Em juniores também foi animada a disputa do título, numa corrida com menos uma volta ao circuito e um total de 66 quilómetros. Beatriz Roxo (NRV – Academia Ciclismo de Paredes) bateu Beatriz Pereira (Bairrada) por 1 segundo e Sofia Gomes (Vilanovense/COREVA/DUOREP) por 4 segundos.

Ligeiramente mais desequilibrada foi a competição de cadetes, que se desenrolou em 44 quilómetros. Mariana Líbano (Maiatos) ganhou com 10 segundos de margem sobre Catarina Moutinho (Extromosul/Hotel Alísios/Cenmais) e com 59 segundos à melhor sobre Beatriz Silva (Proteu Cycling Team/Casa do Povo da Retorta).

Tal como as cadetes, as masters cumpriram 44 quilómetros. Impuseram-se a master 30 Nádia Mendes (CE Gonçalves/Azeitonense), a master 40 Ana Neves (Bike & Nutrition Shop) e a master 50 Natália Mendes (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ).

Campeões de Paraciclismo

Foi também o dia para encontrar os campeões nacionais de fundo nas diferentes classes de paraciclismo, que tiveram pela frente um circuito de 7 quilómetros percorrido cinco vezes.

A classe com maior participação foi a C5, com sete corredores à partida. Hélder Maximino (360º Bike Trail/Mundimat/CC Aldeia Paio Pires) foi o mais forte, seguido por Manuel Ferreira (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) e por Cláudio Carvalho.

As classes H3 e H4 contaram com três concorrentes cada uma. Em H3 brilhou mais João Pinto (Belmira Cruz/CC Portimão/Mir), que partilhou o pódio com Diogo Oliveira (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel) e Sérgio Gomes (Descobre Destreza Associação Desportiva). Flávio Pacheco (Crédito Agrícola/Almodôvar Paracycling) sagrou-se campeão em H4, diante de Rúben Garcia (CD Metralhas) e Luís Ramos.

Bernardo Vieira conquistou o título em C1, Telmo Pinão (Casa do Benfica MMV/APCA/Paracycling) foi o melhor C2, Paulo Teixeira (Rodabike/ACRG/Gondomar) não teve concorrência em C3, João Monteiro (Mozinho RT Martos Pellets Valvoline) impôs-se em C4, João Marques (ACD Milharado/DriveonHolidays/Mafra) celebrou na classe D e Luís Costa (Belmira Cruz/CC Portimão/Mir) somou mais um sucesso em H5.

O programa do Campeonato Nacional de Fundo continua, neste domingo, em Castelo Branco. Às 10h00 será dado o tiro de partida para os 66 quilómetros da corrida de cadetes. Os juniores vão disputar 88 quilómetros, a partir das 14h30.